PARTICIPANTES

 

1- Gina Maia
2- Clara da Costa
3- Eugénio de Sá
4- Cema Raizer
5- Cida Micossi
6- Isabel C S Vargas
7- JAS
8- There Válio
9- Eline Santos
10- Yna Beta
11- Zenaide Giovinazzo
12- Maria Olga de Oliveira Lima
13- Marinez Stringhetta/Mara Poeta( in memorian)
14- IlzeSoares
15- João Coelho dos Santos
16- Cássia Vicente
17- José Hilton Rosa
18- Edilson Xavier de Menezes/Edmen
19- SôniaRubim
20- Rita Rocha
21- Maria de Fátima Delfina de Moraes
22- José Ernesto Ferraresso
23- MaluBarni

 

 

 

AMOR VADIO

Gina Maia

Eras um amor por conta gotas
que vinhas quando a lua ia alta.
Matavas os desejos e saías para a ribalta.
Eu sempre tentava atar as pontas soltas
de um amor que muito amava.
Para além do fumo do cigarro,
ficava o teu perfume, que só tua pele exalava.
Terias várias mulheres, para te sentires amado;
mas só espalhavas a dor, a dor de ser trocada.
Eras um amor vadio, navegando nos afluentes dum rio
o desamor, que muito perto desaguava.

 

 

Amor Vadio

Clara da Costa

um amor vadio, explodiu,
quando ela o olhou
iluminado,
deslumbrante,
apaixonado,
excitante...
com aquele sorriso maroto,
cheio de promessas,
na penumbra do quarto...

 

 

Meu amor é vadio

Eugénio de Sá

Meu amor não é teu, nem de mulher nenhuma
É barco sem amarras, sem um porto de abrigo
Eterno navegante, talvez por meu castigo
Tem destinos de vento nos mistérios da bruma!

Por isso, eterna amante, não me prendas ao leme
Que eu triste morrerei, gemendo males d'amor
Perdida a liberdade, sentirei mais a dor
E a saudade de amar é o que o peito mais teme!

Procura-me no mar, e lá me encontrarás
Entre as névoas da costa, e então me verás
acenando-te ao longe, para além do farol…

Tristeza não te trago, trago-te cheiros de mar
Nem saudade de mim, que me dou ao chegar
Descansos, esses sim, que me cansei de sol!

 

 

AMOR VADIO...

cema raizer

Na vontade de ser livre
No mundo e na imensidão
Amor vadio é imperador
Repleto de sonhos e ilusões

No seu doce viver vagante
Anda de Deu em Deu...
Como ave buscando o ninho
Em seu mundo não é cativo...

Anda procurando um céu
Buscando mil ilusões
Parecendo ser tão vivo
Transpondo as solidões...

Amor vadio é pensador
Livre como a Lua
Quente como o sol
Vive de aventuras
Esse eterno sonhador

 

 

Amor Vadio

Cida Micossi

Mais vadio que o teu amor
Aqui na terra não há
Vá você aonde for
Outra boba não achará

Me causou tanta dor
Me fez desacreditar
Seu barato sedutor
Em outro canto vá vadiar

 

 

Amor Vadio

Isabel C S Vargas

Sofro por esse amor
Inconstante, volúvel
Que se mostra belo
pelas palavras bem ditas
mas se trai nas atitudes
nada confiáveis do cotidiano.

Amor vadio, barato
inconsequente ,fugaz
que tal como beija-flor que
desfruta a doçura de cada flor,
suga o amor de cada mulher.

 

 

AMOR VADIO

JAS

Neste nosso amor vadio
Pelo qual te amo noite e dia
Não importa se é luz do sol
Ou é noite sossegada

O que importa é a minha paixão vadia
Que sustenta o nosso
Amor sem pudor e sem vergonhas
Que não pede nada
Somente consumirmos-nos

 

 

AMOR VADIO

There Válio

Esse amor que me castiga,
Tira meu sossego
Por não ter apego
As promessas e as juras,

Que aqui me fez ficar.
Esse amor vadio...
Não merece ser amado
Mas tem um papo danado

Continua a me enganar...
E eu sempre a lhe esperar!

 

 

AMOR VADIO

Eline Santos

Meu corpo ainda tatuado por tuas carícias,
Guarda o calor dos teus beijos ávidos,
E a saudade persiste a espera,
Na ilusão desse amor vadio

 

 

AMOR VADIO

Yna Beta

Despertei, na alta madrugada
Travesseiro vazio. Você não chegara...
O sono me venceu, a sua espera, estava
Brincas com meu coração, sou trocada?
Morro de desejo, fico angustiada.
Passam as horas, o dia se esvai
Chega nova noite seu perfume exalava
Amor vadio e eu suportava!
Até quando? Só eu amava?!

 

 

AMOR VADIO

Zenaide Giovinazzo

Envolto em criação,
em mistério, em fascínio,
esse amor vadio
me leva ao delírio.

Coração revolto
sexo envenenado
história alucinada
e a tentação de lhe esquecer...
Só falta o poder.

 

 

AMOR VADIO

Maria Olga de Oliveira Lima

Amor vadio foi o teu
Que roubou tudo de meu...

Arrancou de mim: o amor,
O carinho, a vida...
Pondo meu coração em trevas.

E nessa escuridão de agora
O tempo demora a passar...

Preciso ter a volta
Da primavera.. do perfume da flor...

E no coração, a esperança...
De um novo amor...

 

 

Amor Vadio

Marinez Stringheta/Mara Poeta

Como um rolo compressor
Passou por cima de
Convenções, regras
Embarcou no Amor
Vadio, sim
Perspectivas nulas
Mas, o Amor compensava
E se amavam
Um dia, acordou
Ponto final, colocou
Na memória, lembranças
Dos bons momentos vadios.

 

 

Amor de Perdição

Ilze Soares

Pelo seu corpo passeei...
em sua boca me saciei...
nos seus braços descansei...
em seu calor me esquentei...
Com seus beijos me embriaguei
e a você me entreguei...
Este amor de perdição
impregnou meu coração!

 

 

AMOR VADIO

João Coelho dos Santos

Era tórrido o calor de Agosto!
Em poente radioso ardia a linha do horizonte.
Longe jorrava água fresca da fonte.
Sem qualquer ânsia de emoções

A cansada e solitária lua
Espreitava tímida o asfalto da rua
E o silencioso vagar
De mais uma tarde de verão.

Em longo e silencioso meditar
Pensava nas graças e desgraças da vida
E nos fervores da sua ingénua e ardente mocidade.
Eis que a viu, deslumbrante e ardente.
Fascinado pela ondulação de certos ombros,

Despertou de repente
Aquele adormecido amor vadio.
Foi feitiço.
Cupido só lança uma seta de cada vez!

 

 

AMOR VADIO

Cássia Vicente

Amor que tem
tempo de sobra
para acontecer
"...na rua, na chuva...
...ou numa casinha de sapê..."

Amor vadio, sem vergonha
de ser feliz...

...Que percorre as veias,
transpira os poros e
goza de prazer...

 

 

Amor vadio

José Hilton Rosa

Era tarde, entrando a noite
ansioso para sentir teu perfume
cheio de ciúme, não quero te perder
ao som de sua simpatia
corro com empatia
na sua presença faço charme
quero dançar com seus passos
desejos infinitos
dormir com você
provar seu mel
lambuzar meus sentidos
amor vadio

 

 

AMOR VADIO

Edilson Xavier de Menezes/Edmen

Ah esse amor!
Esse amor cheio de emoção,
que me levou a loucura e
estacionou no coração.

Amor vadio e louco
que me levou aos poucos
a loucura dessa paixão...

Deixa-me ao menos te abraçar,
para que eu possa ao menos
no teu coração chegar...

Não acorde mulher
e vem comigo no
meu sonho sonhar.

 

 

Amor vadio

SôniaRubim

Ele vem sempre sem permissão
brinca, abusa, tatua, corta e cura
retira a trava do coração
É história de verdade
que sussurra na voz do vento
melodiosa em liberdade
Na pele arrepia e aflora
entra e sai irreverente
prende, solta, vai embora
amor puro ou indecente
O amor que agrega ou o amor vazio
acho que todo amor é vadio

 

 

AMOR VADIO

Rita Rocha

Quando a vida me sorria,
conheci um grande afeto;
visto que não merecia,
tê-lo sob o mesmo teto.

Toda verdade nunca soube,
no jogo esconde- esconde;
amor vadio, que me poupe,
“sempre eu, perdia o bonde.”

Hoje em dia me proponho,
a esquecer todo passado,
se o amor, não foi risonho,
hoje, tudo está mudado...

E a própria vida se incumbiu,
de resolver o tal problema;
até meu o sonho, me sorriu,
quando abortei o velho tema!

 

 

Amor Vadio

Maria de Fatima Delfina de Moraes

Esse amor vadio
que não tem amarras,
que em paixão desmedida
queima nossas entranhas
e os corpos no cio
querem beber do prazer.

Amor que perdeu a inocência,
nos sufoca no ato,
faz total desacato
ao nosso intenso bem querer.

 

 

Amor Vadio

José Ernesto Ferraresso

Ela sonha e espera
Seu amante vadio não vem.
Ela anseia ter nos seus braços.
Só ele a sacia
em todos os momentos.

De beijos e carícias falsas
de toques sem desejos.
Esse é seu desafio ,
o fogo de seus beijos,
em seus prazeres traídos.

O vadio não aparece
só sabe enganar e deve estar
nos braços de outra
só queria confirmar
colocar um ponto e
tudo acabar!

Para este vadio amor
desmoronar.

 

 

Amor vadio

MaluBarni

Eras o amante enfeitiçado,
Vinhas devagar e à noite,
Beijavas como aloprado
Viajavas longe do açoite.

Eras um amor mal acostumado,
Fazias beiço gostoso,
Eras um vagabundo,
Teu amor dava,- me gozo.

Partiste , assim como ventania,
Eu fiquei sem tua orgia.

 

 

Edição Mara Pontes

 

 

:::VOLTAR:::