PARTICIPANTES

1- Luiza Porto
2- Clara da Costa
3- Nilza Stringhetta Rossi
4- Marcos Sérgio T. Lopes
5- Sonia Salete
6- Rose Arouck
7- Paulo Silveira de Ávila
8- Helena Luna
9- JVerdasca
10- Cássia Vicente
11- Wilson de Oliveira Carvalho
12- Osamarosman Aedo 2.000 e Nós
13- Isabel C S Vargas
14- Maria Olga de Oliveira Lima
15- HildaRosa
16- Fernando Alberto Salinas Couto
17- Vitória Lynn
18- Humberto Poeta
19- There Válio
20- Isabel Passos
21- Cida Valadares
22- Marinez Stringhetta/Mara poeta
23- Sonia Nogueira
24- Ilze Soares
25- Nilza Stringhetta Rossi
26- José Hilton Rosa
27- Mavi Lamas
28- Maria de Fatima Delfina de Moraes
29- João Coelho dos Santos
30- Gutemberg Maciel
31- Vitória Lynn
32- Maria Conceição de Paula (Conceitita)
33- AugustaBS
34- Nídia Vargas Potsch
35- Cida Micossi
36- José Ernesto Ferraresso
37- Gina Maia
38- Rita Rocha
39- Dioni Fernandes Virtuoso
40- Eduardo Gragnani
41- Zenaide Giovinazzo
42- Sueli do Espírito Santo
43- Eugénio de Sá
 

 

 

 

ARREPIO

Luiza Porto

Senti um arrepio, de que?
nem sei, veio e ficou
atormentou
uma hora, um dia, vários.
Será paixão, solidão ou simplesmente
frio...
Quero um colo, abraço, ou um laço
que não desfaça.
Aceito um cafuné, no entrelaço
do verso.
Que inspira os amantes, em noites de verão.
Suspiros e ais, outros arrepios
de um prazer total.
Nos beijos molhados, nas pernas que se
abraçam.
Te quero anjo meu.
para sempre até a eternidade.

 

 

ARREPIO

Clara da Costa

A paixão explodiu
quando ela o olhou
iluminado,
deslumbrante,
apaixonado,
excitante,
chegando de mansinho
assanhando seu querer,
acendendo seus desejos.
Ele e eu,a mistura certa,
o tempero certo,
a paixão cega,
na penumbra do quarto.
Um arrepio a fez desejá-lo,
amá-lo,
apaixonadamente,
desnudando a madrugada...

 

 

ARREPIO

Nilza Stringhetta Rossi

Arrepio de medo ou frio
Pode ser leve roçar de corpos quentes de desejos
Arrepiar antes de mar
É arrepio diferente
Arrepio morno e quase ausente de palavras
São somente sussurros
Eu e ele
Nós.

 

 

ARREPIO

Marcos Sergio T. Lopes

E, por vezes,
Ele chega inesperadamente.
E, por vezes,
Toma o instante
E se estende...
Trazendo a lembrança.
E, por vezes,
É forte e intenso.
Fazendo vontade e saudade
Num desejo de se sentir novamente.
E, por vezes,
Ele nos arrasta
E, numa sofreguidão avassaladora,
Implora um outro momento
Para se tornar ardente outra vez.
E, por vezes,
Nada é consumado...
Mas ele veio
Pedindo "outra vez"
Querendo de novo
O fogo que se fez.

 

 

Arrepio

SoniaS

Chegou,,,
Como vendaval...
Tudo mudou.
Arrepios de felicidade,
nunca antes sentido!
Você pra mim será sempre,
sempre,
um amor sem fim!

 

 

ARREPIO

Rose Arouck

Toca-me
com teus dedos
de desejo
arrepiando minha pele
em festejo
pelas carícias prazerosas
de tua mão...

Fecha com tua boca
minha sina enclausurada
sugando em mim
a delicia insaciada
amparada pelo arroubo da paixão.

Faz tombar
o medo de eu crer em ti...
Deixa marcado o frêmito que o faz sentir.
Crava teus dentes no
meu ímpeto ardente,
mastiga a fúria que me faz
frágil e demente
e sodomiza minha carne
até doer...

Deixa que o frio dilacere
os meus pelos,
que se despem no arrepio
desses apelos.
Deixa o frêmito do delírio me comer
vazando em suor, nessa febre em calafrio
deixando a pele arrepiada,e eu a gemer.

 

 

ARREPIO

Paulo Silveira de Ávila

Em ti, multiplico meu presente.
Num arrepio, sou tua ternura, tua paixão
nos meandros de nosso infinito.
Num momento, sou teu espaço,
sem obstáculo, traçado, marcado, amado.
No caminho do teu corpo
quero reencontrar o meu viver, caminhar,
querer-te tanto, despertar, encontrar um lugar vago,
pensar que posso sonhar.
Encantado, descobrir que volto amar.

 

 

ARREPIOS

Helena Luna

No frio da noite
procuro teu corpo
junto do meu.
Não encontro,
arrepios me tomam,
não sei onde estás.
Vem eu te peço,
traz-me teu calor,
me abre teus braços,
dá-me teu amor.

 

 

A R R E P I O

JVerdasca

Ai, estou sentindo um arrepio
Todo o meu corpo vibra e treme
Pode ser febre, talvez frio ou cio
Porque algo em mim freme - ou geme

Não sei se é o calor, ou o frio
Ou o desejo, que meu corpo agita
Mas sei que é gostoso este arrepio
Sinal de prazer que em mim palpita

Arrepios são sempre passageiros
Os nacionais como os estrangeiros
Sempre terão o mesmo resultado

Prazer ou desprazer que faz vibrar
Adoecer, gozar, engravidar
Seja passageiro ou prolongado.

 

 

Arrepio

Cássia Vicente

Um leve toque na pele...arrepio.
Uma brisa que toca,
um suspiro que roça,
uma palavra que toca,
uma sinceridade que roça,
um olhar que toca,
um cheiro que roça...
Um leve toque na pele...arrepio.

 

 

Arrepio

WIlson de Oliveira Carvalho

De vez em quando sinto um calafrio
a percorrer meu corpo só por pensar
que um dia possa deixar de me querer.

E depois o que vou fazer com a solidão
que por certo será do meu convívio, e
o que farei com o vazio assenhoreando minha alma?

Como encarar o silêncio do meu quarto,
em que paisagem encontrarei a felicidade para
desanuviar o espírito e descobrir novos horizontes?

Sinto um tremor resultante de um inexplicável frio,
um medo que corre minhas veias, uma sensação
produzida por uma imaginável ausência...

Atrocidade cometida contra um sentimento legítimo,
talvez até por antecipação de uma situação que quer
queiram ou não, se transforma em um malíssimo arrepio.

 

 


A R R E P I O

Osmarosman Aedo
2.000 e Nós


Sem notar a brisa
Que enfatizava a noite pouquinha,
Que se estendia até o fim da rua
Aonde despistava-se o amante e o apaixonado,
Um gélido e consciente vento
( imitando os grandes mares, vindo do sul ),
Castigou-me a nuca
Fazendo-me estranho repetidamente...
Distribui olhares por volta da mesma noite
Numa penumbra inconstante
E solucei um sintoma meio que
Escondido
Da avidez de alguns olhares
Que se espreitavam nas janelas
E: brrrr!!!...
Me abracei pra me aquecer
E sumi na mesma noite essa, em que
Um vento gélido me deixou, com frio de você.

 

 

ARREPIOS

Isabel C S Vargas

Arrepios... de prazer
Estar em teus braços, sentir teu calor,
Afagar teu rosto enxergar-me em teus doces olhos,
Beijar-te suavemente, esquecer dia, hora,
São acontecimentos únicos
Que me fazem sentir arrepios de prazer.

 

 

ARREPIO

Maria Olga de Oliveira Lima

Quando você me olhou,
O calor da noite
Se transformou.
Um frio interior tomou conta...
Meu coração acelerou
Minhas pernas bambearam
Meu olhar congelou o teu
E eu me encantei... Gelei...
Minha pele te chamou
Arrepiados de paixão e amor
Aquecemo-nos os dois...

 

 

Arrepio

HildaRosa

Uma saudade escondida,
há muito trancafiada no coração.
Ficou bem guardadinha...

e em uma noite de sonhos,
escapuliu ,sacudiu a memória,
e em um doce arrepio
me abraçou.

 

 

ARREPIO

Fernando Alberto Salinas Couto

Ao render-me ao encanto
de tua exuberante imagem,
perdi-me naquele fascínio
e, como um lobo faminto,
deixei a incauta coragem
iludir-me, diante do arrepio
que no momento senti
e hoje só sinto frio, sem ti.

 

 

ARREPIO

Vitória Lynn

Senti um arrepio, o que será?
Será porque escutei aquela linda canção?
Será que é saudade ou lembranças que guardei?
Frio ou medo?
Estou em dúvida...
Só sei que esse arrepio é de arrepiar rs.
Bem, só resta pensar em coisas boas
E fazer esse arrepio doido, me deixar.

 

 

ARREPIOS!

Humberto Rodrigues Neto

Contigo sim, é que minh’alma sente
o quão sensual é a minha fantasia...
e o quanto a tua epiderme se arrepia,
aos crespos toques de um amor fervente!

Naquele desvario da ousada mente,
árduas paixões o amor nos propicia...
é o beijo infrene, a mão que acaricia
cada reentrância do teu corpo ardente!

Em ais te descabelas... Gemes alto...
Tua cidadela tomo então de assalto,
infenso, da moral, aos vãos conselhos...

Te arrepias do orgasmo no estertor,
tremes toda ao sentir o mel do amor
jorrando em teus vestíbulos vermelhos!

 

 

ARREPIO

There Válio

Sinto um arrepio quando te abraço,
Meu coração segue o compasso,
E o desejo me domina...
Sinto a paixão me enlouquecer.
E anseio mais pelos teus beijos.
O ciúme me consome...
E somente com voc.ê eu quero estar!

 

 


ARREPIO

Isabel Passos

Pele encrespada, cabelos em pé,
quando percebi que, apesar do amor,
pensava eu, nascido em nossa relação,
havias desistido com medo de arriscar.
Falta de coragem, medo de ser feliz?
Difícil acreditar alguém assim se acomodar.
Desiludida senti aquele arrepio amargurado,
que veio com vontade de ficar.
Mas minha vontade foi mais forte;
Secaram lágrimas, dias de solidão.
Não me roubaste a fé.
Tenho pela frente um caminho de luz...

 

 

Arrepio

Cida Valadares

Mais do que o arrepio das noites frias
Quero o das noites mornas
e torná-lo quente
desnudo
Silente
Presente
Na calmaria de meus braços
No esconderijo de meus abraços
Os lábios se aproximando
o olhar, então, acanhado

E a paixão apaixonada
como da vida, o cio,
O futuro, só o momento
gritos, gemidos, sussurros
E este calor doentio
do teu e do meu arrepio.

 

 

ARREPIO

Marinez Stringhetta/Mara poeta

Tua mão
Caminha
Em meu corpo
Unificado desejo
Rosto afogueado
No linho deitado
Quente paixão
De arrepio
A sensação.

 

 

ARREPIO

Sonia Nogueira

Era noite, quase chuva fina
Aconcheguei-me, encolhida,
O frio chegava mansinho,
Naquela noite, na calçada.

De leve roçou uma mão,
Abraço de amigo ausente.
Olhei, senti arrepio, confusa,
Da mão forte e resistente.

Tão lépidos sorriso e abraço
Que o frio e tremor em cansaço
Prendeu coração confuso, no laço.

 

 

Arrepio

Ilze Soares

Quando voce me toca,
quando ouço sua voz,
o som da sua risada...
Minha pele sente um arrepio,
como se uma brisa gelada
roçasse meu corpo ardente...
E eu sucumbo ao seu fascínio.

 

 

ARREPIO

Nilza Stringhetta Rossi

O vento uivava na janela
Pelas frestas esfriava o aposento
Num lamento empurrava a taramela
Um queijo amarelo corria pelo firmamento
O ranger de tábuas ressecadas
Percorria escadas em caracóis
Embaixo dos lençóis de cambraia engomados
Um sentir de mais alguém ao lado
Burilava os cabelos dourados
De cachos judiados no travesseiro
Passou o dia inteiro pensando fantasmas
Percorrendo páginas de suas idéias
Um medo apavorante aconteceu num instante
A escritora assustou
A máquina de escrever trabalhou
O arrepio aconteceu
Naquele quarto de imagens
Sem tempo para pensar
Acordou o candeeiro
Esqueceu o travesseiro
Terminou seus escritos
Releu
Ficaram bonitos
O jornal agradeceu
Ninguém sabe o trabalho que deu

 

 

ARREPIO

José Hilton Rosa

Arrepio frio e temporal
como uma brisa que fica no ar
indelével força matinal
beijo que aproxima apenas de sua boca
pobre ser que não sabe para onde ir
cambaleando o medo de caminhar só
triste é o tempo que passa rápido
arrepio todo meu corpo quando te vejo.

 

 

ARREPIOS

Mavi lamas

Passear no teu corpo te percorrendo
Inventando mundos...paisagens
Rios onde eu possa beber e matar minha sede...
E mergulhar inteira livre de correntes, sem laço...
Amado e amante
Nossas mãos se indagando e nossos lábios se descobrindo
Numa mistura doida de desejo , arrepios, humor e ternura
Em que os sentidos nos chamam
À uma verdade que nos ultrapassa e que nos deslumbra...

Viver cada momento entregue, solta, livre...
Em todo o limite do meu ser...
Ser completamente tua
Quero em ti me perder...Ou me achar...

 

 

Arrepio

Maria de Fatima Delfina

E o arrepio do desejo
explodiu na paixão;
e na madrugada acontece o encanto,
o encontro...
Entrelace de corpos, bocas seladas,
carícias trocadas, um abraço envolvente
consumando promessas...
O amor se faz...

 

 

ARREPIO

João Coelho dos Santos

Sinto um arrepio e mesmo frio
Ao contemplar a cruz, o trono de Jesus!
O Senhor sabia que seu destino era
O sofrimento e a dor que não amou.
Que os discípulos ignoravam
...Cristo sabia!

 

 

ARREPIO

Gutemberg Maciel

Achega a mim
no seu jeito de ser
colando teu corpo
no meu corpo nu
fazendo-me sentir
arrepio muitos que,
tomando a mim
leva-me ao êxtase...

 

 

ARREPIO

Vitória Lynn

Senti um arrepio, o que será?
Será porque escutei aquela linda canção?
Será que é saudade ou lembranças que guardei?
Frio ou medo?
Estou em dúvida...
Só sei que esse arrepio é de arrepiar rs.
Bem, só resta pensar em coisas boas
E fazer esse arrepio doido, me deixar.

 

 

ARREPIO

Maria Conceição de Paula

(Conceitita)

Estava eu na calçada parada,
observando carros que vinham em disparada.
De repente, por forte arrepio fui tomada;
meu cabelo ficou em pé e eu gelada!
Uma senhora de idade seria atropelada...
Vagarosamente e despreocupada,
a faixa de segurança ela atravessava;
quando um carro, em alta velocidade,
tresloucado, dalí se aproximava...
Num ímpeto, na direção dela disparei!
Pelo braço a arrastei e o perigo foi afastado.
Assim, no chão caímos assustadas...
Comemoramos o renascer abraçadas!

 

 

 Arrepio...hum...

AugustaBS


com certeza uma coisa gostosa
acontece só quem é fogosa
vem depois de um aperto
um roçar de corpos
beijos que aumentam nossos desejos.

Arrepio eu sinto tu sentes

É um sentir inexplicável
um prazer inconfundível
um frio , um calor que passa ligeirinho
queremos sempre mais um pouquinho

Um arrepio ardente
que me faz delirar
minha boca não mente
quero mil vezes me arrepiar.

 

 

Arrepio!

Nidia Vargas Potsch

A hora é essa e nos aproximamos
da orla para ver o espetáculo.
Ele desce incandescente,
com suas cores suavizadas e
intensas, de luz e calor
que este magnífico entardecer
nos proporciona.
E o arrepio que percorre o corpo,
se exterioriza na pele,
ao poder observar tamanha beleza.
É indescritível. Salve a Natureza!

 

 

Arrepios

Cida Micossi

E de repente suas mãos ansiosas
Todo meu corpo foram perscrutando
E a reação que tive, toda airosa,
Foi incentivar sua busca desejando
Que entre afagos, beijos e arrepios
O amor pusesse um fim nos calafrios.

 

 

Arrepio

José Ernesto Ferraresso

Medo, Temor...
Solidão, Arrepios...

Estar em teus braços
e sussurrar em teus
ouvidos palavras de amor
e de desejos.
Arrepiar teu corpo, te fazer
sentir meus toques
pelo teu corpo inteiro,
tatear tuas entranhas
afastar esse medo,
esse temor, e te fazer
arrepiar de paixão
até renascer.

 

 

ARREPIO

GINA MAIA

Escalei a montanha
sentindo as correntes
que me prendiam a ti.
Elos permanentes!
O sonho é divina ilusão.
Depois brinquei lá no cume
e construí na neve
acesa paixão.
Senti os calafrios
do vento cortante que vinha de ti.
Quando por fim senti arrepio,
despi a armadura,
retirei a malha,
desci a montanha
com asas dormentes.
Caí desfeita na palha
gemendo de dor e frio
nas entranhas.

 

 

ARREPIO

Rita Rocha

Tocou-me a pele com tanto carinho
Meu corpo tremia coberto em teu ninho.
Deste amor tão doce, que sentira tanto frio
Acariciando-me os cabelo percorre-me um arrepio.

 

 

Arrepio...

Dioni Fernandes Virtuoso

Percorre o meu corpo um arrepio,
quando ele lembra do que sentiu
nos dias que juntos vivemos...
Tuas mãos tão quentes,
mágicas,
envolventes,
percorrendo lentamente
os cantos secretos
das minhas fantasias...

 

 

Arrepio

Eduardo Gragnani

Um arrepio que invadiu,
Uma alma adormecida pariu,
Entre frestas deixadas sutis,
Um olhar em espreita delirava feliz,
Lençol que repartiam uma solidão jaz,
Não mais se ajeitavam incapaz,
Acordou com o aroma que chamava fugaz,
Movimento que formigava por trás,
Um amor que delirou,
Chamou,
Arrepiou.

 

 

ARREPIO

Zenaide Giovinazzo

Arrepio na alma veio...
Me encosto um pouco
e espero uma atitude.
Dançam em mim, juntos,
desejo e fantasia ,
e de repente,
o corpo se arrepia...

SP/abril/2014

 

 

ARREPIOS

Sueli do Espírito Santo

Eu e você em lençóis macios
todo o meu corpo se inflama
inflamada eu sinto arrepios
e logo se ascende a chama
chama dos nossos desejos
que buscam longos beijos
até se perderem no prazer.

 

 

Arrepio…

Eugénio de .Sá

Tossi, espirrei, senti um calafrio
Fui fechar a janela, estava frio
Foi a corrente de ar que se gerou
E um arrepio me fez arrefecer
Corri ao fogo para me aquecer
Mas já pegara a gripe, e cá ficou!
…brrrrr...

 

 

Adaptado por Mara Pontes

 

:::VOLTAR:::