PARTICIPANTES

 

1- Sérgio Guedes
2- Clara da Costa
3- Nina Maria
4- Zenaide Giovinazzo
5- José Hilton Rosa
6- João Coelho dos Santos
7- MaluBarni
8- Nelson Carvalho
9- Eda Carneiro da Rocha-“ Poeta Amor”
10- Yna Beta
11- Cida Valadares
12- Ilze Soares
13- Marinez Stringheta/Mara Poeta
14- Gina Maia
15- Sonia Nogueira
16- There Válio
17- Maria Olga de Oliveira Lima
18- Cel (Cecília Carvalho)
19- Sueli do Espírito Santo
20- Zenaide Giovinazzo

 

 

 

À SUA PROCURA
Sergio Diniz Barros Guedes

Meu olhar lhe procura
tentando a ressurreição do amor,
foi muita bobagem, muita loucura,
um desentendimento sem dor.

Meu olhar devasta todos os cantos
na ânsia de lhe encontrar,
continuo lhe amando,
quero você e o amor novamente lhe dar.

Os olhos de minha alma
viajantes por caminhos
leva o coração que não se acalma
repleto de carinhos.

Sou sedento por seu amor
por sua ternura
por seu calor
continuo à sua procura...

 

 

À SUA PROCURA

Clara da Costa

Você ainda corre em minhas veias,
a cada dia que passa...
na canção que sussurra ao vento
nos versos da minha poesia.

Me vejo no teu olhar,
no teu sorriso no retrato...
entre nós passou tanto tempo,
mas é em você que acho minha estrada.

Vem, estou à sua procura,
cola tua boca na minha,
vamos começar tudo outra vez,
sempre existe um amanhã de saída.

 

 

À SUA PROCURA

Nina Maria

Andando pela vida, sem destino,
buscando algo que lá no passado
era o sentido da minha existência,
mas me deixou, levando a minha essência
e eu fiquei, farrapo abandonado...

Sem poder nunca, então, me conformar,
clamei aos céus, à terra, ao mar e ao vento,
sem respostas, tornei - me peregrina,
mesmo sentindo a alma pequenina,
é infinito o amor, o sentimento...

Vivo à procura... Saudades, sem tréguas...
Nunca pensei fosse sofrer assim,
como uma louca, à sua procura,
por não esquecer nunca, sua ternura,
que aqui ficou, no infinito de mim...

 

 



Zenaide Giovinazzo

O quarto é pequeno
para tanta paixão,
urgência desenfreada,
indecente solidão.
Fantasias lascivas,
beijos molhados
no espelho,
mão deslizando
pelo próprio seio.
O delírio dança
com a audácia,
pequenas tentações
surgem de repente,
e o prazer acontece,
sob a água corrente!

 

 

À SUA PROCURA

José Hilton Rosa

o futuro abraça
recebe quem o procura
procura em todas as portas
abraça como se fosse todo seu
portas abertas para quem as abrem
futuro! Estou sempre à sua procura
não finda a esperança

 

 

Á TUA PROCURA

João Coelho dos Santos

A Paternidade divina, verdadeira fonte da vida,
Manifestou-se entre leprosos e velhos doentes
Que acreditaram e andaram à Tua Procura.

Sabemos não ser quimera Tua ressurreição, Senhor.

Embora a Misericórdia abrande a Justiça,
Há medos que se instalam no túnel do tempo.
Temos temor da solidão do além
E não sabemos como nos sentiremos na imortalidade.

Ainda que seja fria e sem vida sua voz,
Continuamos, confiante, à Tua procura.

 

 

À SUA PROCURA

MaluBarni

Entro em labirintos, ruas, vielas
estou à sua procura meu amado
espreitei todas as vias e janelas
precisa de ti, meu ser necessitado

Dá-me um sinal, indique estrelas
continuo à sua procura, oh querido
já percorri todas as mil cidadelas
quando eu te achar serás beijado

 

 

À SUA ESPERA

Nelson Carvalho

Andei à sua procura
Por um pouco de f’licidade
Enfim minha vida futura
Junto de ti a cara-metade!

 

 

À Sua Procura

Eda Carneiro da Rocha

" Poeta Amor"

Passei todo meu tempo a sua procura
Andei mares, portos, ruas e vielas.
Você não veio...
Minha vida parou
O mundo continuou.

Hoje parto de novo atrás de você
Amando-o cada vez mais
Na minha eterna, insofismável
Louca procura de encontrá-lo

Mais uma vez. Uma vez mais
Corro atrás do tempo
Senhor do meu Destino
Sem jamais deixar de o procurar.

 

 

À sua procura

Yna Beta

Por muitos lugares caminhei
Em ânsia louca, à lua indaguei.

Na amplidão do azul do céu
tentei lá lhe encontrar, ao léu...

Nuvens brancas formavam, lindas
imagens disformes, sem vida.

Cabisbaixa, chorosa, perdida,
continuei a caminhada à deriva.

em pedras, muitas topadas eu dava,
e o vento gelado em meu rosto roçava.

Continuando à sua procura, pensava
que só o seu amor, para mim, bastava !

 

 

À SUA PROCURA

Cida Valadares

Abro todas as portas,
começando pela solidão
à sua procura

Quero o calor de uma abraço
e o carinho para o coração.
Persigo todo amanhecer

Amanhecendo os sonhos
Chego ao entardecer
Quero de novo as promessas
E um : nunca mais!!!!"Vou te perder"

No entanto, à sua procura
Andei por tantos caminhos
Que hoje, sonhando ternuras:
Perdi-me e vivo sozinha.

 

 

À SUA PROCURA

Ilze Soares

Percorro céus e mares à sua procura,
sem conseguir a você encontrar...
Escrevo poesias, canto ao vento, mando recado
e ninguém sabe por onde você andará.

Meu amor continua tão profundo...
O coração, de saudade, apertado.
Por favor, volta logo, sem mais demora,
para que eu consiga, realmente, respirar.

Ah, meu amor, se você soubesse
a dor que é esperar,
com certeza voltaria correndo,
para que tudo isso acabasse!

 

 

À SUA PROCURA

Marinez Stringheta/Mara Poeta

Quando penso em desistir
Você ressurge
O abraço é o mesmo
O beijo toca o mais fundo

De minha alma
Rimos juntos
Relembramos momentos
E... novamente

Sozinha... estou
Outros braços
Outros lábios
Trazem tristeza
Lágrimas e saudades

Não me fazem feliz
Não sei como
Nossa história apagar
Continuo a lhe procurar.

 

 

À SUA PROCURA

Gina Maia

Quando saio à sua procura,
afloram emoções à minh’alma
e ao meu coração.

Quando vou à sua procura
penso em crueldade,
dissabores e amarguras.

Deambulo à sua procura,
mas escrevo poemas,
bebendo a liberdade
e cantando a saudade!

Também procuro meu estro,
minha inspiração...,
para que a poética seja iluminada.
Procuro amizade, mão na mão.
Para os meus erros procuro o perdão!

 

 

À SUA PROCURA

Sonia Nogueira

Foram anos à procura da imagem
Que o pensamento em vão ali retinha
Horas debruçada numa miragem
Que no mundo turvo nunca te alinha.

Passaram estradas, pontes e nem vi
Um só olhar que indicasse a figura
Uma palavra, um gesto, só previ
E na miragem rondava a tortura.

Era invenção cobrando perfeição
Que no mundo jamais assim será
Sonhos assim, nunca, quem os terá!

No mundo apressado em sã loucura
Embalde viajei tua procura
Ficou a imagem travada ao coração.

 

 

À SUA PROCURA

There Válio

A saudade consome o meu viver,
Esse coração que não quer esquecer...
Embora esse amor somente o faz sofrer!
À sua procura é uma ansiosa vontade,

Que meu coração não deixa passar,
E teima em querer procurar... procurar...
E nessa procura o tempo se esvai...
E junto minh’alma também fica aflita,
E essa saudade é sofrida demais...

 

 

À SUA PROCURA

Maria Olga de Oliveira Lima

À sua procura estou
Desde que o conheci.

Marcamos encontro
O vento levou...
Mas... vivo buscando por ti.

A neve, meus cabelos branquearam...
Coração, ainda bate porém.
A paixão... tomou conta.

E eu creio, que o seu coração,
Por mim, bate também.

Ainda o espero, ainda o procuro,
Ainda o quero muito...
Com amor sem fim...

Venha bem depressa!
Reservo-lhe milhões de beijos
E as flores todas do meu
Mais Lindo Jardim.

 

 

Procurando um rosto

Cel (Cecília Carvalho)

Meu olhar navega pelo céu,
invade o universo, numa busca insana
sem forma, sem cheiro, sem cor
assim como o Amor ...

Minha alma inquieta,
mergulha com ele e dispersa,
saltita entre as estrelas
buscando um nome ...

Um rosto apenas,
mosaico de um sonho, pedaços de luz
busca bendita que me deixa aflita
me desespero ...

Chuva de estrelas
regam meus cabelos, deixam o brilho, reluz
como se me afagassem, me confortassem
continuo minha busca ...

Meu olhar é calmo,
parece sem brilho, fora roubado por elas
estrelas que piscavam no céu
me cegaram, minha alma ficou ao léu ..
Minha busca prossegue, com ela ..

*** Labirinos da Alma ***

 

 

À SUA PROCURA

Sueli do Espírito Santo

Na noite escura
eu vivo a tua procura
perambulando pra lá e pra cá
fico sussurrando aos ventos
perguntando onde você está
só o silêncio ouve meus lamentos.
te procuro em todos os cantos
sem te encontrar, caio em prantos

 

 

MEU PRECISAR

Zenaide Giovinazzo

Esse meu precisar
é intenso, atrevido,
faz-me pensar em você
o tempo todo, com paixão,
preenche-me de afeto,
de desejo, de carinho,
lança-me ao éter
entre nuvens de algodão.
Esse meu precisar
não tem momento, nem lugar,
acontece a qualquer hora,
pode ser dia ou noite,
habitando meu coração
com a força de um açoite...

 

 

Créditos:
Imagem: jpg da net.
Formatação: Sergio Guedes.

 

 

:::VOLTAR:::