PARTICIPANTES

 

1- João Coelho dos Santos
2- Clara da Costa
3- JAS
4- Cel Carvalho (Cecília Carvalho)
5- Clair Wilhems
6-José Hilton Rosa
7- Eugénio de Sá
8- Gutemberg Maciel
9- SoniaRubim
10- Gina Maia
11- MaluBarni
12- Maria Olga de Oliveira Lima
13- There Válio
14- Mifori
15- Isabel C S Vargas
16- Yna Beta
17- Ari da Mata
18- Sonia Nogueira
19-Lóla Prata
20- Marinez Stringheta/Mara Poeta
21- Zenaide Giovinazzo
22- José Ernesto Ferraresso
23- Rita Rocha
24- Cássia Vicente
25- Eri Paiva
26- Virgílio M.A.S Roque
27- Gislaine Canales
28- MaluBarni
29- Glória Tabet Marson
30- José Ernesto Ferraresso

 

 

 

NAQUELE DIA...

João Coelho dos Santos

Naquele dia em que te vi
Soube que via, não duvidei,
O meu amor verdadeiro,
Por isso mesmo o primeiro,
Que em cada jornada foi celebrado
E mais e mais se iluminou
Com o calor do fogo sagrado.

Na noite desse mesmo dia
Agarrei o sonho que fugia.
No sonho a noite ventava,
Na noite o céu se escondia,
No céu a nuvem corria,
Na nuvem a lua espreitava,
Nessa noite eu já sonhava.
Contigo!

 

 

Naquele Dia...

Clara da Costa

Naquele dia em que te vi,
Com uma rosa na mão e um sorriso largo,
Senti o arfar do meu coração,
A voz falhou,

O coração vibrou sob a vitrine do teu olhar.
Teus dedos sobre meu rosto
Assanharam meu querer,
Com a mesma leveza do ontem,

Com aquela paixão de sempre.
O nosso amor, meu bem, (naquele dia descobrimos)
É um amor para todas as rimas,
Para todas os poemas,
Para todas as vidas...

 

 

Naquele dia...

JAS

Naquele dia fazia um sol tão forte
Que meus pensamentos voltaram-se
Para uma praia com você
A água molhando seu corpo

Que estava exposto as carinhosas ondas
E recebia o impacto da água salgada
E me induzia a enxugá-lo
Com abraços e beijos molhados...

 

 

Naquele instante

Cel (Cecília Carvalho)

Naquele instante que encontrei você,
meu coração estava ferido, vazio
as emoções tinham vazado
e eu frágil me entreguei ...

Naquele instante que conheci realmente você
compreendi que era tudo um engano
você não fazia parte dos meus planos
não sei por que me apaixonei ...

Naquele instante que deixei você,
já não havia mais amor
e a paixão tinha ido embora
preferi ficar sozinha ...

 

 

Naquele dia

Clair Wilhelms

Foi de repente, sem esperar
Você surgiu sem avisar
Foi como mágica

Um olhar profundo, indagador
Coração bate descompassado
O corpo se transforma

Naquele dia foi bem assim
A surpresa do encontro
Parece que estava escrito

Os dois aguardavam por isto
Olho no olho, pele com pele
O amor é assim, ele chega

E vem com tudo, sem avisar
Naquele dia
Foi só acreditar na ocasião

Empatia, afeto, entrega total
Foi assim que um encontro
Naquele dia aconteceu!

 

 

Naquele dia

José Hilton Rosa

Chegando na hora certa
Caminhando pela rua de pedra
Contrário ao barulho me fez careta
Convido meu amor, tomar chá ao pé do cedro

Feitio de menino no corre-corre
Faz meu dia passar sempre igual
Faz saudade me levando ao porre
Fico preso no meu mundo fulgural

Pedra partida em lascas
Pedindo beijos ao filho ao deitar
Partindo cedo o sol me fez rugas
Pães no café me fez engordar

Tocar lavoura, estou velho já não tenho aquele gás
Naquele dia levei Maria para comigo acomodar

 

 

Naquele dia

Eugénio de Sá

Procurei suavizar de brandura as minhas mágoas,
abandonei-me aos esquecimentos...
e esperei que o novo dia trouxesse consigo as gaivotas e a esperança,
e que à tardinha o céu me brindasse com arrebóis de púrpuras e de ouro,
mostrando o encantamento dos anjos pelo renovado impulso da minha poesia.

 

 

NAQUELE DIA

Gutemberg Maciel

Volvendo o passado da minha vida
Me dei conta que “naquele dia,” que já ia no deslembrado
Mas que, mesmo assim estava presente no presente
Se fazendo vivo no livro do meu viver...

 

 

Naquele dia

Sonia Rubim

naquele possível teu único dia
mal te revi, mal me escutou
Só tive teus minutos na memória
teu sussurro, teu ar marinho e o
teu olhar confuso junto com melancolia
Dia entardecido pra alguém e
não pra mim, mas tanto faz
E preferia que não tivesse havido

 

 

NAQUELE DIA

Gina Maia

Naquele dia fui passear à minha praia.
Usava calça de ganga
e blusa de cambraia !
Apenas molhei os pés na espuma das ondas
e cada vai e vem espelhava a nossa forma de amar.
Olhei para o lado e estavas virado para o mar,
usando camisola e tanga...
com uma cana a tentar uma pescaria
Fiquei à distância para admirar
o jeito que tinhas para o anzol lançares !
No ar, além das gaivotas,
um perfume a maresia...
e a tua imagem naquela moldura
era perfeita e azul Poesia !
O peixe picava, comia o engodo
e ia se embora, continuando a nadar;
-Que falta de jeito para a pesca !
Arrumaste a cana e lá fomos os dois enlaçados!
Com lábios ardentes, preparando a ceia
pulando as areias, corações em festa;
-Sem jeito para a pesca,
mas sabendo amar!

 

 

Naquele Dia...

MaluBarni

Naquele dia, na frente do bar,
pensei que me chamavas,
cheguei a para trás olhar,
mas era a outro que falavas.

Queria tua atenção naquele dia,
pois não viste, não olhaste,
mas eu ia toda vestida de poesia,
mas foi só naquele dia...

 

 

NAQUELE DIA...

Maria Olga de Oliveira Lima

Foi naquele dia o marco da minha vida...
Toda tristeza se dissipou
Alegria se instalou...

Passeios regados a beijos
Carinhos regados a vinhos...
A noite... eterna criança...
A dança... o nosso hino.

Felicidade... pouco durou...
Pouco-a-pouco você foi me deixando...
E me esquecendo...

Eu, continuo aqui
Esperando por ti
Desejosa de contigo repartir
As ilusões que me restam...

 

 

Naquele Dia...

There Válio

Naquele dia quando te conheci...
meu coração acelerou de emoção,
nunca mais consegui te esquecer
meus pensamentos eram somente em você.

Até que um dia me enchi de coragem...
fui até você e declarei meu amor.
Você esnobou do meu amor..
humilhada chorei de tristeza.

Mas o tempo que é sábio...
colocou-nos numa estrada da vida,
e nossos caminhos um dia cruzaram
tentando dar um rumo ao nosso destino.

Mas eu já estava em outra jornada...
pra mim você era coisa passada,
naquele dia quem chorou foi você!

 

 

Naquele Dia...

Mifori

Em silêncio observava
as ações da natureza;
a vida descortinava
progredia com destreza.

Em meio ao questionamento,
você surgiu de repente.
Meu coração de momento
alegrou-se intensamente.

Foi naquele dia que
o mais belo eterno amor...
Surgiu entre eu e você:
e o cultuamos com louvor!

 

 

Naquele Dia...

Isabel C S Vargas

Naquele dia, pensei estar a sonhar
Quando te vi à distância,
Sem tirar os olhos de mim,
Como se vieres uma miragem.

Só entendi o que ocorria
Quando esclareceste os fatos.
Pensavas que não mais te queria.
Fomos impulsivos, tolos, imaturos.

Ao te abraçar senti tua sinceridade.
Ciúmes são sentimentos bobos
Que causam dissabores, dores.
Prometemos cuidar de nosso amor.

 

 

NAQUELE DIA...

Yna Beta

Foi uma surpresa, benquista.
Naquele dia ... na condução,
Varri com o olhar toda a pista,
Não te vi, no imenso calçadão.

Era um dia como outros tantos...
Rotineiro, ameno e prazeroso.
Aguardava-te com alegria, portanto
Esperando aquele tempo precioso.

Eis que um toque em meu ombro
Congelou-me a medula no repente.
A surpresa foi tanta, que o assombro
Corou-me a face, naquele instante!

Hoje sorrio ao lembrar, simplesmente
Que de mansinho, o romance iniciou.
Momento breve, porém edificante
Naquele dia ... quando tudo começou!

 

 

Naquele dia

Ari da Mata

...simplesmente
Apareceu um beija-flor e guiou-me ao seu jardim. ..
Em seu voo alegre apresentou-me todas as cores e formas das flores onde a mais linda e vivaz era você. ..
Naquele dia
. ..simplesmente
Poucas palavras foram ditas
E o que ficou, foi a certeza de um amor que nasceu pra ser eterno!!!

 

 

Naquele Dia

Sonia Nogueira

Nossas mãos se encontraram assim
Num toque inesperado e suave
Olhei a escadaria e por fim
Sentimos o tocar de uma chave

Abrindo corações em harmonia
O sonho foi nascendo acordado
Na imensidão sem fantasia
Mas o tempo ávido deslumbrado

Corria sem compaixão, ameno,
Lançou a maré, quase navegou
Sem ondas turbulentas, parou.
Em meio à multidão que sorria

Dos amores mudos em alforria
Vagando na multidão, serenos.

 

 

Minuto de silêncio

Lóla Prata

Ele esquentava as mãos nos bolsos do agasalho
pois fazia frio. Estava bem cansado
do muito esforço para encerrar um trabalho
e entregá-lo, perfeito, em tempo aprazado.

De vez em quando, apertava os olhos felizes
como a apagar tantas imagens e sons,
porém, a ânsia de criar vinha em reprises,
transbordando do grande acúmulo de dons.

Convidou-me: - Mãe, quer comigo concorrer
ao prêmio de vídeo que dure um minuto
sobre o amor, em especial, o materno?

- Sim, meu filho, quero! Tal amor é eterno!
Mas... ele, de tanto viver, ia morrer...
Naquele dia, começaria meu luto!

 

 

Naquele Dia

Marinez Stringheta/Mara Poeta

Naquele dia
Nada diferente acontecia
A noite se aproximava

Você, o mesmo pensava
Sair e curtir mais uma vez
O fim de semana

Bar de sempre, amigos de sempre
A mesma conversa
Para casa

A volta, sem “alguém”
O destino ou não
Nos levou ali

Na primeira troca de olhares
A vontade de estar juntos
Se conhecer mais...

Paixão/Amor
À primeira vista.
Naquele dia

Outra cidade, outro Estado
Não tem hora, não tem lugar
Basta... o coração aberto

Pronto para receber
E... o Amor acontecer!

 

 

NAQUELE DIA

Zenaide Giovinazzo

Naquele dia foram tantos dias...
Dias de solidão, de saudades,
de lembranças e de vontades.
O encontro naquele dia
foi perfeito.

Vento perfumado pelas rosas,
orquestra de pássaros
coroando o coração.
Naquele dia foram tantos beijos,
que a volúpia invadiu meu corpo
e o desejo espantou meus medos

 

 

Naquele Dia...

José Ernesto Ferraresso

Naquele dia ,
logo pela manhã
algo de estranho percebi
que tudo ia terminar.

De repente,
algo de bom aconteceu,
deitada ao meu lado,
fazíamos amor e nossos afagos
foram meus e seus ,

De repente
tudo se acalmou,
estávamos em nosso leito de amor
juntinhos eu de seu lado,
dando-lhe atenção e paixão

Acordou devagarinho
para não me acordar
hesitou em sair da cama,
percebi que ainda
queria me amar.

 

 

Edição Mara Pontes

 

 

:::VOLTAR:::