PARTICIPANTES

 

1- Ary Franco ( O Poeta Descalço)
2- Clara da Costa
3- JAS
4- Edilson Xavier de Menezes/Edmen
5- Cássia Vicente
6- Rita Rocha
7- José Hilton Rosa
8- Márcia da Costa Laranjeira
9- Yna Beta
10- Isabel C S Vargas
11- João Coelho dos Santos
12- There Válio
13- Sonia Nogueira
14- Gina Maia
15- Marinez Stringhetta/Mara Poeta
16- Cida Micossi
17- Zenaide Giovinazzo
18- MaluBarni
19- Maria Olga de Oliveira Lima
20- Maria Tomasia
21- Sueli do Espírito Santo
22- Eugénio de Sá
23- Lóla Prata
24- Nei Garcez
25- Cel ( Cecília Carvalho)
26- Mifori

 

 

 

SOB A CHUVA

Ary Franco (O Poeta Descalço)

Em passos lentos, sob a chuva, vou caminhando...
Sem abrigo e sem pressa, para meu destino inclemente.
Rumo à minha dorida solidão; ninguém me esperando...
Levo apenas em meu peito, um pobre coração plangente!

 

 

SOB A CHUVA

Clara da Costa

Sob a chuva, caminho lentamente,
Carrego nostalgias dentro do peito,
Insisto em te procurar, incessantemente,
Na névoa da saudade que me espreita!

 

 

SOB A CHUVA

JAS

Quando chove é um bom dia para se amar
Ficar em casa sem sair da cama
Principalmente se na noite anterior
Você tentou e não aconteceu

Todos têm chance de tentar mais uma vez
Pois as coisas não são
Exatamente como a gente quer

Então que chova o dia inteiro
Que a chuva nos molhe
Quando vou buscá-la
Mas mantenha nosso ninho aquecido
Exatamente como a gente quer

Dentro do peito tem um fogo ardendo
Que nada pode apagar
Sejamos amantes novamente
e vamos tentar outra vez
Pois o nosso amor não pode apagar
Mesmo sob a chuva caindo

 

 

Sob a chuva

Edilson Xavier de Menezes/Edmen

Sob a chuva caminho sozinho,
sob meus pés, sinto dor,
Parece espinho
adentrando o coração,
mas nada mais é do que
a dor da solidão.

 

 

SOB A CHUVA

Cássia Vicente

Vou ao teu encontro...
Chove... O que importa...
Molho minhas roupas que,
logo mais eu em teus braços,
elas não serão mais necessárias.
Sob a chuva caminho ao teu encontro.

 

 

SOB A CHUVA

Rita Rocha

Sob chuva o dia passa lentamente,
molha o campo e todo seu entorno;
eu bendigo estas gotas, mormente,
quando na terra cai, sem provocar estorvo.

 

 

Sob a chuva

José Hilton Rosa

Tempo fechado
espaço ocupado
querido
vivido
tempo no dia e na noite
barulho no telhado
tempo molhado
pingos turbinados
a chuva chega
nela transpasso
molha a planta do vaso
vivo o acaso
atraso
sob a chuva me caso.

 

 

Sob chuva

Márcia da Costa Laranjeira

Os pingos da chuva que no chão caem,
espirram pequenas gotículas para todos os lados.
Nas poças, fazem ondas em círculos que se esvaem
e misturam-se às lágrimas de corações magoados.

 

 

Sob a chuva

Yna Beta

Lágrimas se misturam à chuva incessante
É a saudade que arde no peito, constante
Numa busca inglória, sofrida e perdida.
Lembrança daquela felicidade vivida!

 

 

SOB A CHUVA

Isabel C S Vargas

Exorcizo minhas tristezas
à medida que deixo a chuva
lavar as impurezas de meu corpo
e, as lágrimas purificarem minha alma.

 

 

SOB A CHUVA

João Coelho dos Santos

Enquanto sob a chuva
Galopavam ideias cheias de lamentos,
Errava seu espírito e ondulavam
Campos de trigo na esperança
De voltarem a estar repletos de sol.

 

 

SOB A CHUVA

There Válio

Sob a chuva caminho apressada,
Sinto a angustia me acompanhar
Palavras ferinas na ira falei
E ele saiu triste a chorar.

A chuva molhando meu rosto
Mistura-se com as lágrimas
Mostrando meu arrependimento,
Mas já era tarde pra mim,
Ele partiu e não mais voltou.

 

 

Sob a Chuva

Sonia Nogueira

Meu corpo treme sob a chuva insistente
Passos trôpegos aceleram a caminhada
Procuro abrigo ao corpo persistente
Noutro cobertor afogador de trovejada

 

 

SOB A CHUVA

Gina Maia

As pérolas que rolam na minha face
são a chuva dos olhos meus.
No frio, há fogo posto
quando me cruzo com os teus!

Tento afastar de mim as tempestades,
mas ouvem-se os uivos do vento,
em gritos e lamentos.

Sob a chuva bebo as saudades,
o coração inunda-se de amargura.
A alma vive um período de secura
porque meus olhos não param de chorar!

Perdi o ombro onde podia descansar.
Mas as almas no seu adejar,
ainda se hão de encontrar!

 

 

SOB A CHUVA...

Marinez Stringhetta/Mara Poeta

O suor escorre
Funde-se em cascata com as lágrimas
Você não está aqui
O aconchego debaixo do guarda-chuva
Caminhar no mesmo passo
O calor do abraço. Saudade... Saudade...

 

 

SOB A CHUVA

Cida Micossi

Sob a chuva o mar bravio
Revira-se em ondas
Cospe espumas
Lança-se pela calçada

Desta praia que antes bela
Sob a chuva nos revela
Sua face aviltada
Volta a onda se exibindo

E o mar que esteve cuspindo
Recolhe tudo de volta
Mar bravio que agora calmo
Deixa a praia bem serena

Não avança mais um palmo
Adornando a tarde plena

 

 

SOB A CHUVA

Zenaide Giovinazzo

A chuva molhando o rosto,
escorrendo pelo corpo
e levando a agonia
da tristeza de cada dia...

 

 

Sob A Chuva

MaluBarni

Caminhei devagar sob a chuva,
sabia que iria mesmo te encontrar,
mas apenas tirei a minha luva,
e vi que foste embora sem me olhar.

 

 

Sob a Chuva

Maria Olga de Oliveira Lima

Sob a chuva
Ou sob o Sol
Ou em prata
A bela luz do luar
Quero ver teu rosto lindo
A me mirar.

 

 

Sob a Chuva

Maria Tomasia

Sob a chuva, no céu te procuro,
esperando amenizar minha dor.
Sem ti, tudo se tornou escuro.
Porque não vivo sem teu amor.

 

 

SOB A CHUVA

Sueli do Espírito Santo

Envolvendo-nos em seu véu
a chuva vai caindo do céu
com o seu doce frescor
suavemente nos molhando
e o clima ficando sedutor
um desejo vai brotando
e no desejo que só cresce
sob a chuva o amor acontece.

 

 

Chuva

Eugénio de Sá

Chuva dos olhos, tristeza
que flui da alma da gente
pranto vivo, ainda quente
mágoa escorrendo crueza.

 

 

Vigio!

Lóla Prata

E a nuvem chorosa
que acinzenta meu céu
me impele para um abrigo.
Morreu a menininha
que brincava sob a chuva,
chapinhando no quintal!

 

 

Sob a Chuva

Nei Garcez

Sinto Deus, em toda escala...
Na vida e no pensamento...
No cheiro que a terra exala
entre a chuva e o próprio vento!

 

 

Sob a Chuva

Cel (Cecilia Carvalho)

Vazio,
noite fria de chuva molhada
que me encharca,
lava minha alma,
destrói meus medos
e apegos mudos ..
O guarda-chuva,
é só para ouvir os pingos d´água
caindo e me fazendo lembrar
não me protege das lembranças ...
Lá fora, o vazio, o frio, o escuro
é como se fosse parte de mim,
não sinto medo, estremeço
foi um pingo da chuva
perdido em meu corpo ..
Caminho, entre poças d´água,
afogo minhas mágoas,
este é o meu mundo,
este é o meu palco,
sem reclames,
meu cadafalso ..

*** Labirintos da Alma ***

 

 

SOB A CHUVA

Mifori

Vejo ao longe um alguém
e meu desejo só cresce...
O aperto no peito vem
e você logo aparece.

Foi sob a chuva incessante,
que corri a seu encontro
chorando, sorrindo, arfante,
neste mais belo reencontro!

Expulsas as nostalgias
que crescera no meu peito,
sob a chuva da alegria,
nos amamos... Foi perfeito!

 

 

Edição Mara Pontes

 

 

:::VOLTAR:::