PARTICIPANTES

 

1- Cema Raizer
2- Clara da Costa
3- Eugénio de Sá
4- Sonia Nogueira
5- JAS
6- José Hilton Rosa
7- Isabel C S Vargas
8- Amilton Maciel Monteiro
9- Mifori
10- There Válio
11- MaluBarni
12- José Ernesto Ferraresso
13- Edilson Xavier de Menezes/Edmen
14- Yna Beta
15- Glória Tabet Marson
16- João Coelho dos Santos
17- Gina Maia
18- Maria Olga de Oliveira Lima
19- Marinez Stringheta/Mara Poeta
20- Maria de Fátima Delfina de Moraes
21- Zenaide Giovinazzo
22- Cel (Cecília Carvalho)
23- Sérgio Diniz Barros Guedes
24- Rita Rocha
25- Nídia Vargas Potsch
26- Eda Carneiro da Rocha
27- Cássia Vicente

 

 

 

VOZ DE POETA

cema raizer

A voz que ouço
Desperta emoção...
Vem de longe
Escuta...
É voz de poeta
Semeando poesia
pelo caminho...
deixando eco nos corações
Poema encantado
Lembranças e sonhos
atravessam o tempo.
e invadem meu ser...

 

 

VOZ DE POETA

Clara da Costa

Poesia é sangue que corre em nossas veias,
Passa por nosso olhar poético,
Derrama-se no derradeiro caminho:
O caminho da emoção.

Poesia é como sangue vermelho da paixão,
Que vibra nas ondas emocionais,
Trazendo ao coração do poeta,
A beleza de sua inspiração.

Poesia é vida, é amor,
Amor é vida e paz,
No silêncio e aconchego do poeta!

 

 

A VOZ DO POETA

Eugénio de Sá

Cala-se a noite e do silêncio a voz
Alça-se lesta dentro deste peito
Que aprendeu a faltar-me ao respeito
Quando lhe peço que me deixe a sós

São as memórias que falam demais
Em confusão difícil de entender
Mas vá lá eu dizer-lhes pra escolher
De tantas delas, só as principais

E dou comigo a rever os pedaços
Dos momentos mais determinantes
D’entre tantos, alguns de embaraços
Mas que hoje não são mais significantes

As horas vão passando, e eu ali
À conversa comigo até que o dia
Sugere que o conheça e que sorria
Mas na cara se vê que não dormi!

 

 

Voz de Poeta

Sonia Nogueira

Essa voz que nunca cala
Com olhar que tudo vê
É manhã que vem na fala
É sentimento que crer

Toda vez que a mente dita
Uma emoção de poeta
A palavra já é bendita
A mensagem se completa

Tudo é festa que encanta
Quando a voz do poeta cria
E os saberes se agigantam
E nos versos a poesia.

 

 

Voz de Poeta

JAS

Voz de poeta é como carro de boi
Se não geme não é bom
Por isto, o poeta é um fingidor
Ele finge que sentiu
Mas, na realidade ele imaginou tudo
E diz que são experiências existenciais
O que nos leva a crer que
Estas experiências existenciais
São vividas, e passadas no dia a dia...

 

 

Poeta

José Hilton Rosa

O poeta é um eterno visionário.
Enxerga a felicidade no escuro
e fala para o silêncio da solidão.

 

 

A VOZ DO POETA

Isabel C S Vargas

A voz do poeta retrata seu interior
É preciso que ele viva a poesia
Que ele transfere para o que observa
Para a realidade que vivencia.

Quem é amargo, triste ou rancoroso
Não consegue transformar o que observa.
Tudo será motivo de dor e reclamação.
O poeta transforma a dor em poesia.

A voz do poeta sensibiliza o coletivo
Quando este tem sensibilidade
A voz do poeta toca corações
Transmuta a realidade em beleza.

 

 

VOZ DO POETA

Amilton Maciel Monteiro

Será que ainda devemos escrever poesia?
Não é ultrapassado em era espacial?
Será que neste mundo em louca correria,
alguém prefira versos ao telejornal?

Perguntas desse tipo faço todo dia,
buscando ver um pouco além do meu quintal...
E então fico a cismar se o Criador daria
voz para o poeta, se o estro fosse um mal?

Se crermos nós que é Deus quem manda o bardo à Terra,
só falta compreender qual é sua missão;
será que em fazer rima o seu dever se encerra?

São muitas as razões para eu dizer que não!
E quem pensar que o vate é um mestre em letras, erra;
porque ele é nada mais que a voz do coração!

 

 

VOZ DE POETA

Mifori

Ouço
uma
voz
perfumada
de emoção
dentro
de mim.
Sou poeta!...

 

 

VOZ DE POETA

There Válio

Numa noite qualquer...
Olhando a beleza do luar,
A voz de poeta declama
Numa sublime inspiração,

Versos apaixonados
Para a mulher amada!
Ao olhar seu belo rosto
Seu olhar apaixonado

Encerrando o poema,
Vibrante de emoção...
Declara sua paixão!

 

 

Não creia neste poeta

MaluBarni

Não creia neste poeta,
Porque deixas,- te de lado,
E vai sonhar para Creta,
Sem sequer ter avisado,

Desconfie do poeta,
E não tem lógica em si,
Tem musa que é asceta
Pouco quer saber de ti.

Poeta é bicho louco,
Por um poema mais pouco,
Passa a noite pra sonhar.
A sonhar bem acordado,

Pois a isso ele é sim, dado
Seu sonho mor : inventar.

 

 

VOZ DE POETA

José ErnestoFerraresso

Ao divagar a voz do poeta relata,
o seu mundo interior e exterior.
Procura com uma forma culta e grata,
discorrer na poesia seu interior.

O que ele quer discorrer é a sua inspiração
Acompanhe-o, e veja que ele
usa mais emoção, à razão,
prefere mais o espiritual ao carnal,
entra no mundo para divagar e sonhar.
Quer suas tristezas e alegrias nos mostrar.

 

 

O POETA E A POESIA

Edilson Xavier de Menezes/Edmen

Não se iluda com o poeta, não se apaixone não se entregue, mas viva suas criações, ainda que imaginárias são suas e muito lhe custou criá-las. O poeta é isso, é um viajante imaginário, une as flores ao ternário das ilusões e em sua sublime missão cavalga ondas de amor...
Sua vida é contínua desde a eternidade, é o elo da alegria sorrindo na essência da felicidade.
O poeta não comemora, a não ser suas próprias ilusões, porque ele já é a própria comemoração residente, presente desde ha muito em seu próprio coração.
Não se apaixone pelo poeta, mas abrace-o em suas poesias, viaje com ele em suas esmaecidas fantasias. Banhe-se na luz de suas criações, ame suas ilusões porque são essências de alegrias, arandelas de arco-íris multicor, são ondas de puro amor.
O poeta é isso, é o barro moldado pela mão de Deus, é o sopro da vida, a aurora imaginária bela e querida, é a brisa provinda do mar, ou quem sabe seja a própria vontade de amar.
O poeta ama a poesia, assim como ama a Deus, ama o bem acima do mal, ama sua musa inspiradora e como ela, para ele não existe outra igual. Assim é o poeta, um escudeiro viajante, arauto do bem, é um profeta que realiza o amor no interior de cada coração com o musgo da imaginária flor. O poeta é nada mais que poesia viva nascida de sua alma, de sua viagem numa grinalda de inspiração, ou quem sabe de uma fonte inesgotável, nascida em seu tão sublime coração.

 

 

VOZ DE POETA

Yna Beta

Vendo a lua surgir prateada
Entre as estrelas, iluminada.
Ah... se eu fosse um poeta
E belos versos escrevesse ...
Diria que é ela motivadora
De romances acontecerem.

Escreveria versos de amor!
De saudade e de dor!
E com voz de poeta
Declamaria a inspiração
Que faz pulsar meu coração!
Ah... se eu fosse poeta!

 

 

VOZ DE POETA

Glória Tabet Marson

O poeta só precisa
de ouvir o seu coração;
com palavras harmoniza
toda a sua inspiração!

O poeta é sonhador
e na sua voz ressalta
toda a beleza do amor,
que uma poesia exalta!

 

 

VOZ DE POETA

João Coelho dos Santos

Inveterado sonhador de sorriso maroto,
Preso aos elos do passado já distante
O poeta sentiu que o silêncio dói.
Calaram-se as palavras de falsas juras de amor
E, de mãos vazias e lágrimas cansadas,
Falou, falou e todos escutaram
A voz do poeta.

 

 

A VOZ DO POETA

Gina Maia

De cada vez que as vagas rebentam no mar,
sobre as areias a espuma faz bordados.
A orla rochosa, não pára de chorar.
Os versos dos poetas rezam trinados.

Nos barcos que passam ao longe;- A saudade !
Numa revolução floriram baionetas.
As vozes dos Poetas cantam liberdade,
nascente da alma dos ascetas e profetas.

A tortura fez entrar muitas almas nos céus.
Qual escolha das políticas seguidas?!
Os poetas tinham de morder os seus versos.

As vozes dos poetas são a voz de Deus.
Na terra e nos mares; nas ondas das vidas,
contam-se estórias e os seus reversos!

 

 

A Voz do Poeta

Maria Olga de Oliveira Lima

A voz do poeta tem a magia do Encantar...
De trazer e levar emoções aos mais recônditos
Esconderijos da alma.

 

 

Voz de Poeta

Marinez Stringheta/Mara Poeta

Som do silêncio, voz do poeta
Esculpe, modela a poesia
Sentimentos, emoções
Dores, lágrimas
O papel não perdoa
Pensamentos na voz do poeta
Palavras em versos
Entrelinhas que dizem sem dizer
O que não se quer escrever.

 

 

VOZ DE POETA

Maria de Fatima Delfina de Moraes

A voz do poeta traz a luz do Divino!
É mágica, é métrica,
sem rimas,
encanta com palavras bailarinas
estrofes e versos a falar ao coração.
O poema é sua voz no expressar da emoção.

 

 

POETA SONHADOR

Zenaide Giovinazzo

Sonhe doce poeta
com as cintilantes estrelas
e com sua alma enamorada
de perto poderá vê-las...

 

 

Voz de poeta

Cel (Cecília Carvalho)

A voz de poeta soa baixinho
lá dentro bem no cantinho
como encurralado passarinho
querendo sair do ninho ...

A voz de poeta é doce beijo
suave como o carinho
quando soa é ensejo
embebeda como o vinho ...

A voz de poeta é amor,
saudade, tristeza e dor,
seus versos são como sopro
da vida emana calor ...

*** Labirintos da Alma ***

 

 

POETA ARDILOSO

Sergio Diniz Barros Guedes

O poeta estende a mão
e surge a poesia,
toda a realidade
acolhida na fantasia.
O poeta é ardiloso
no jogo de palavras,
tem consigo um tesouro
que brilha o seu pensar,
mas quando abre o baú da saudade
sabe elevar a poesia do amar.
Canta a beleza
na memória do destino,
oferece seu sorriso
a plenitude da liberdade
e em silêncio semeia
o amor em nós.
O poeta é a voz
das águas libertas
e dos pacíficos ventos,
espalhando mensagens
a todos momentos.

 

 

A Voz do Poeta

Rita Rocha

O poeta fica a plasmar,
seu lirismo, em cadência;
a voz que se põe a cantar,
vai exalando a essência.

A voz do poeta é alento,
pro amor sem esperança;
pra quem vive ao relento,
de afeto e sem bonança!

Às vezes nutre a ilusão,
de conquistar um amor;
alegrando um coração
dispersa também a dor!

Essa voz tão altaneira
se levanta por inteiro;
ao desfraldar a bandeira,
não existe um forasteiro!

 

 

A Voz do Poeta

Nídia Vargas Potsch

Onde flui o Amor
Está presente a Poesia!
E no âmago da Poesia
Existe Amor e Vida que
Através da voz do Poeta
Se manifesta e flui ao redor...

 

 

A Voz do Poeta

Eda Carneiro da Rocha

" Poeta Amor"

Minha voz é sopro de vida
Que acalanto com meu canto
Onde sonho todos os meus sonhos
Na Poesia que me dá guarida!

É livre, leve solta
Como uma escuna ao mar à deriva
Como pássaro que se libertou do cativeiro
Como flama que surge ao parir Poesia

Sinto-me Poeta não o nego
Na minha essência de viver, no meu ato de Amar
Sou feliz enfim, pois a Deusa Poesia
Veio comigo morar para me acalentar.

 

 

VOZ DE POETA

Cássia Vicente

Suave...eloquente
Entrecortada...incisiva
E, quem lê o poeta
O percebe, o escuta, o sente...
A voz de um poeta é
a alegria, a dor, a súplica,
O chamamento...
A voz de um poeta é a voz
daquele que necessita falar
e não encontra palavras...
De quem, quer abrandar o coração e, alegrar outro...
A voz de um poeta é a magia
Inexplicável da aventura Vida!

 

 

Edição Mara Pontes

 

 

:::VOLTAR:::