PARTICPANTES

 

Mário Quintana
1- Cássia Vicente
2- Clara da Costa
3- José Ernesto Ferraresso
4- Roze Alves
5- Cida Micossi
6- Heloisa Abrahão
7- Naidaterra
8- Eduardo Gragnani
9- Cibele Carvalho
10- Eri Paiva
11- Fatima Mello(Fofinha)
12- Conselheirodapaz-Marcelino
13- Cel (Cecilia Carvalho)
14- Zenaide Giovinazzo
15-Paulo Silveira de Ávila
16- Arianne Evans
17- Humberto-Poeta
18- Maria Tomasia
19- Yeda Soares Chiviacowsky
20- Ary Franco
21- Luiza Porto
22- Marcos Milhazes
23- Pepita Benetti
24- JVerdasca (Portugal)
25- Ruthy Neves
26- Conselheirodapaz-Marcelino
27- Jaak Bosmans

 

28-Ervin Figueiredo
29- Antonio Vendramini
30- Edvaldo Rosa
31- Susana Custódio(Portugal)
32- Cleide Dellani
33- Maria Petronilho (Portugal)
34- Leda Terezinha Rubin
35- Antonio Cicero da Silva (Águia)
36- Fátima Abrantes
37- Perez Serezeiro
38- Nivaldo Ferreira
39- Luiza Benício
40- Armando Sousa- (Toronto,Canadá)
41- Nidia Vargas Potsch
42- Isabel Passos (Portugal)
43- Clair Edelweiss
44- Luis da Mota Filipe (Portugal)
45- Zélia Chamusca (Portugal)
46- Maria José Zanini Tauil
47- Wilton Almeida Reis
48- Eugênio de Sá
49- Gildina Roriz
50- Dalila Albuquerque
51- Kedma O'liver
52- Candy Saad
53- Oiára Bittencourt

 

 

 

" Se um poeta consegue expressar a sua
infelicidade com toda a felicidade, como
é que poderá ser infeliz?"

Mário Quintana

 

 

Sou poeta, consigo expor minh´alma com facilidade,
me sinto alegre em cada expressão, pergunto:
porque me sinto sempre flutuando entre a alegria e a tristeza?
Será que não sei definir felicidade?

Cássia Vicente

 

 

Minha alma poética derrama
alegrias e tristezas,
que flutuam nas asas da liberdade,
no cantar do poema.
Me pergunto:
Por que não ser feliz, se tenho
a poesia, a liberdade e a paz,
como companhia?

Clara da Costa

 

 

Quando conseguimos passar
para o papel
as nossas emoções,
não temos de ficar tristes,
pois são elas que deixam sair
as depressões e alimentar
os nossos corações.
Só assim teremos motivos
para sermos felizes.
É na poesia que mostramos
o nosso retrato interior

José Ernesto Ferraresso

 

 

Sou Poeta

Poeta? sim, feliz?
Coração aos pedaços,
mãos com perfume de flores.

Roze Alves
Amanhecer-M

 

 

POETA? Sim, sou!

Nunca me dizia “poeta”.
O tempo, porém, mostrou-me
Que tenho a alma inquieta.
Às vezes a razão me some,
Dá lugar a grande emoção.
Apertos no coração
Vontade de vagar, sonhar,
Na madrugada ver o mar
energizado pelo luar.
Tenho que concordar:
se criança serei enquanto viver,
se sonhar me causa prazer
se sofro por te querer:
- SOU POETA! – devo confessar.

Cida Micossi

 

 

Ser Poeta...
É conseguir com maestria,
Relatar a dor, quando o coração explode de alegria.
Demonstrar a felicidade, enquanto do coração ...
Lágrimas de tristeza saem.

Heloisa Abrahão

 

 

POESIA DE UM POETA

E a ele fui com o peito arfando
cedendo a um desejo inevitável...
Rasgou-me o véu da nudez,
e eu me permiti ouvir o som do prazer...
De posse concedida, fez-me mulher,
poesia de um poeta...


Naidaterra

 

 

Versar um umbigo,
Entre tapas e beijos sobrevivi,
Estou cá encravado num ventre,
Vivo a olhar tudo de frente,
Gostaria sim de ser beijado em língua úmida,
Pena não sentir-me peça única,
Sem muita importância não estou sozinho,
A qualquer toque de um dedo sentir carinho,
Meus vizinhos são mais afoitos,
Tecem mais biscoitos,
Pobre de mim solto entre tantas delícias,
Nenhuma história vingará minha velhice,
Posso contar um segredo para alguém,
Poucos já me experimentaram sem vintém,
Fico quietinho curtindo um roçar de pele,
Felicidade olhar meu amor com topete.

Eduardo Gragnani

 

 

Sou poeta

Sou poeta se em teu corpo perdida,
busco as rimas que compõem os versos
da antologia da minha vida.
Teus traços são um perfeito guia
e minhas mãos, ao percorrê-los,
encontram o tema da poesia.
Sou poeta se nesses momentos,
esvaídos os meus pensamentos,
procuro os rumos do prazer profundo.
E, no deleite desse meu poema,
eu fecho a porta que conduz ao mundo.

Cibele C. Teixeira

 

 

SOU POETA

Recolho, no bico da minha pena,
o Universo para desvendá-lo.

Eri Paiva

 

 

Poeta não sou

Sou apenas a folha
em perfeita consonância com o lápis
e nesta perfeita simbiose
traduz as dores
quem se tem n'alma.
Poeta não sou...
apenas sinto
traduzo
escrevo...
Poeta não sou
poeta flutua
vai de encontro aos sol
e entre uma linha e outra
retira amores da pedra
com uma rima pura
Poeta não sou.

Fátima Mello( Fofinha)

 

 

Sou poeta,
Sou menino,
Sou canceriano,
Sou namorado da lua
Sou seresteiro
Sou boemio
Sou poeta
sou Poeta
sou...
sou.
Conselheirodapaz-Marcelino

 


Ser poeta não é ser infeliz
se meus versos são tristes, são o que eu sou
tristeza não é infelicidade
posso dizer que sou feliz ...

Cel (Cecília Carvalho)

 

 

" Poetiso! Mesmo estando triste, quem me lê,
vislumbra meu sorriso..."

Zenaide Giovinazzo
SP/05/12/09

 

 

Se eu não fosse poeta
você me entenderia?
E este amor que sinto
sempre perto e longe
você aceitaria?
Se não houvessem versos
deste bem-querer
que dizendo tanto
também esconde muito
entre eu e você?
Se eu não fosse o que sou
o que seria
se não sou do tempo?
E este sentimento
onde viveria?
Sou poeta transbordantes de ilusões
vestindo nossas noites
de sonhos coloridos.

Paulo Silveira de Ávila

 

 

SOU POETA (?).

Sou Poeta das horas mortas, quando os insones como eu, em vão,
remoendo saudades, tentam preencher o vazio do coração...
Planto versos no reverso da minh'alma convulsionada
por lembranças, páginas relidas, que não levam a nada, senão à frustração...
E se me alegro pelo que crio, não é meu mérito,
e sim da tristeza, que vem seguida do seu grande séquito:
as lágrimas, que juntadas, formariam rios e até oceanos;
quando falam da vida e de suas decepções e desenganos,
é como fossem, ao invés de cristalinas, negras tintas,
vão escrevendo e expressando o que o destino pinta
na aquarela do destino, que em preto e branco, não inventa
nenhuma alegria, que a máscara falsa do Poeta ostenta...

Arianne Evans

 

 

SORRINDO SEMPRE

Humberto Rodrigues Neto

Não me regala tanto este chorado
tom dos poemas que escrever consigo;
encanta-me bem mais o delicado
elogio que me vem de algum amigo.
Procurarei sorrir nas minhas rimas,
ainda que tenham da amargura o canto;
e há de pensar, quem leia as minhas rimas,
que há madrigais sorrindo no meu pranto!
Meu rumo sigo com a fronte erguida,
tangendo a lira sem tristeza ou dor,
e assim que finde esta enfadonha vida,
irei rimando risos aonde for!
Ainda que eu não chegue ao paraíso
e a alegria feneça em derredor,
trarei à flor dos lábios um sorriso,
que infenso à dor parecerá melhor!
Flutuando nesta, ou numa outra estrada,
em rota escura ou sendas luminosas
minha poesia há de estar saturada
do trescalar dos lírios e das rosas!
Que a dor que o humano coração acossa
encontre, no que escrevo, linimento...
e num'alma que sofre, espalhar possa
um pouco de ternura e encantamento!

 

 

Não sou poeta...
Mas a poesia está na minha alma.
Com ela posso desabafar
e todos sentimentos extravasar.
Basta um papel, lápis e borracha,
que vou escrevendo sem parar,
tudo que o meu coração está a ditar.
Por isso digo, não sou poeta,
só brinco de poetar!

Maria Tomasia

 

 

Sou Poeta...
Sou Poeta ou sou poema?
Sou poema ou sou poesia?
Só sei que no meu dia-a-dia,
eu choro , canto e também rio,
Tentando passar ao mundo
Fé, esperança e alegria.

Yeda Soares Chiviacowsky

 

 

SOU POETA

(Ary Franco)

Sonho quando acordado
Amo mesmo sem ser amado
Em meio à mata acho caminhos
Só de flores, olvidando os espinhos.
Falo pelo próprio coração
Acho luz na escuridão
Tenho por companheira a inspiração
Mormente quando em solidão.
Arranco do luar sonetos apaixonados
Formando mil casais enamorados
Vejo estrelas em noites chuvosas
Faço versos e prosas sobre rosas.
Desperto em todos um sonho maior.
Em poemas, um romance melhor.
Vejo na lágrima um sinal de alegria
E dela poeto uma linda fantasia.
Enrendo e falo do verdadeiro amor
Pois brota ele na minha veia poética
com renovado ardor.

 

 

Sou poeta?

Minha missão é escrever,
não importa, se tem métrica,
o amor também não tem.
Escrevo o que do meu
coração vem.
Saudades, amor, amizade.
Quem se importa, se abro
portas, alcanço corações.
Se sou poeta?
Não sei...

Luiza Porto

 

 

O Poeta até ao Contrário

Quando a inspiração
falha e a mente não anda
É hora de seguir
uma viagem estranha.
Contrapor-se ao oposto,
apostar nas próximas linhas.
Deixar que a imaginação andasse,
numa simples gota da chuva
ou lágrima de criança.
Nos beijos e abraços de pais
Namorados, amigos ou amantes.
Na poesia são como diamantes
Coisas nobres e cintilantes
Porém a vida também cansa
Pois nada é eterno
Como a noite que morre e o dia que nasce
A garrafa que serve
A boca que esvazia
Tudo é serventia
Já meio fraco e debilitado o escrevedor
Puxa seu companheiro cigarro
Toma um gole de sua amiga caipirinha.
E pensa!
Mágicas são as rimas e mistérios da vida.
E começa a sua viagem ao inverso
Pensa que faz dos derradeiros versos
Suas estrofes de momento
E como todo o poeta de puro sentimento
Nem percebeu que já virou testamento...

Marcos Milhazes

 

 

Sou Poeta
para expressar minha vida
na poesia do seu amor.

Pepita Benetti

 

 

"S O U P O E T A"

Serei poeta enquanto mantiver meu ideal
Enquanto conseguir sentir o SOBRENATURAL
Durante o tempo em que enxergar para além do horizonte
Nos momentos de contemplação e sonho transcendental
Quando - embriegado pela estética - a traduzir em linguagem poética
Se - cantando a idealidade da eternidade - empolgar a sociedade
Na altura em que a ternura da brandura, transmitir doçura
Enfim, e, por fim, se e quando me afastar do MANDO
Só assim serei poeta esquecendo-me de MIM.

JVerdasca

 

 

Sou Poeta

Sou poeta nas noites de lua...
Na chuva ou no sereno da madrugada...
Nas flores que desabrocham nos jardins.
Dos amores do passado...
ou da felicidade recente por ser amada.
Das noites felizes ou de um estado infeliz.
De noites só sem sentir solidão...
com papel e lápis na mão...
e com muitos papéis amassados no chão.
De retirar lindas cores do arco-íris e até...
o cinza, perfumado de jasmim.
Então poeta não é infeliz.
Retira o véu de seus olhos e rompe o muro..
faz do escrever o psicólogo de sua vida...
renovando todos os dias suas emoções.
Olhando a vida com olhos de criança...
que aprende a distinguir seu porto seguro...
mesmo que não veja esperança.
Eu sou poeta e sou feliz!
Canto o amor em versos e prosas...
que ficam livres como pássaros a voar...
e soltos para o amor enfatizar.
Seguindo sempre em frente...
sendo um eterno aprendiz.
É... eu sou poeta e sou feliz!

Ruthy Neves

 

 

Sou poeta, porque transformo minhas lagrimas em tinta,
Meu coração não bate, apenas rima versos de amor,
Sou poeta, porque namoro a lua, sonho com as estrelas
E ainda chamo de meu amor, minha amada, minha flor.

CONSELHEIRODAPAZ-Marcelino

 

 

Poeta

Poeta?
Poeta não tem coração,
Porque poeta é um sempre arrancar do coração.
Poeta?
Poeta não ama,
Porque poeta é acontecer entre todos os amores.
Poeta?
Poeta não tem desejos,
Porque poeta é um querer muito além do desejar.
Poeta?
Poeta não sorri,
Porque poeta é o mais inteiro sorriso da alma.
Poeta?
Poeta não chora,
Porque poeta é o esconderijo de toda lágrima.
Poeta?
Poeta não sofre,
Porque poeta é apenas a dor inevitável *
Poeta?
Poeta não existe,
Porque poeta é a pureza da inexistência.
Poeta?
Poeta não se divide
Porque poeta é sempre todo por inteiro.
Poeta?
Poeta nunca está.
Porque poeta é um eterno sem lugar.

Jaak Bosmans

 

 

SOU POETA

Não tenho por objetivo tocar
Nem na alma e nem no sentimento.
Apenas preciso me expressar
Dando forma ao meu pensamento.
Nem sempre digo o que é verdade,
Nem sempre digo a coisa real,
Apenas tento usar de sinceridade,
Me entendam sem ser formal.
Sei que as vezes eu até exagero,
Falando mais do que eu espero,
Não tendo isso como minha meta.
Tento somente colocar pra fora
O que me vai na alma naquela hora
Sendo honesto comigo, sou poeta !

Ervin Figueiredo

 

 

A minha alma de poeta subiu aos céus.
Travesti-me de astronauta e alcancei as nuvens.
Em busca da estação espacial do amor.

Antonio Vendramini

 

 

SOU POETA...

Apreendo com palavras a beleza que vejo,
A tristeza que sinto,
A alegria que tanto quero,
Em símbolos que recolho de dentro de mim...
Sou assim, poeta de momentos...
Vou moldando os poemas,
Com o cinzel do sentimento!
Desbastando aparas,
Para que os versos nas páginas,
Seja ao menos o que sinto,
O que quero,
O que recolho de dentro de mim...
Sou assim, poeta de sonhos!
E antes que eu desnude totalmente o poema,
Para que outras almas lhe vejam, assim ou assim...
O poema já me tem desnudado,
E entre esconder as minhas vergonhas,
E colocar a mostra a minha alma,
Ficam na página, nos sulcos cheios de tinta nanquim,
As marcas que a vida pirografa em mim...

Edvaldo Rosa

 

 

SER POETA

(Susana Custódio)

É querer estar com todos no tempo
É escrever o que está dentro de si
Sem medo, num completo encantamento
Juntando letras e voando como o colibri
É querer com as mãos a todos acariciar
É ser divino e por muitos incompreendido
Dando o livre arbítrio de amar ou odiar
Nos seus delírios muitas vezes esquecido
É escrever palavras com espinhos ou em flor
É soltar à bolina as palavras do momento
É aliviar corações e ficar na sua própria dor
É viver com alegria, amargura e ardor
É ter alma dorida por todo o sofrimento
Ser poeta é ser louco, sublime e do amor sedento

PORTUGAL - SINTRA - 21 de Dezembro de 2010

 

 

SER POETA

"O POETA VÊ A VIDA EM VERSOS

REVERSO DAQUILO QUE OS OUTROS VÊEM
E ATÉ QUANDO A SITUAÇÃO É ADVERSA
EM VERSOS SE EXPLICA BEM"

(Cleide Dellani)

 

 

Confesso que sou Poeta

se um poeta é um ser que sofre,
um ser que ama,
um ser que sente.
alguém para quem viver
é entender o mundo
e ajudar a transformá-lo
num céu, lugar ideal...
então sim, sois verdadeiros
quando me chamais poeta

Maria Petronilho

 

 

SOU POETA

SE SOU POETA, ME PERDOEM,
POIS O SONHO É A MINHA CALMA...
ATINGINDO OS MAIS PROFUNDOS
RECÔNDITOS DE MINHA ALMA.
NUM ANSEIO QUE FASCINA,
O SER QUE EM MIM HABITA,
RECORRO A SERENIDADE,
NÃO ME ABALANDO A DESDITA.
À SEMELHANÇA DIVINA,
DOOU-NOS A CRIAÇÃO,
MAS O INTERIOR É INCONSTANTE
CABE A NÓS SUA PERFEIÇÃO.

Leda Terezinha Rubin

 

 

SIM, SOU POETA

Sou poeta,
por flutuar na imensidão espacial com meus versos,
que falam de tudo e de todos...

Antonio Cícero da Silva(Águia)

 

 

SOU POETA

Fátima Abrantes

No meu sorriso largo e amigo encontrarás
toda a felicidade com que sonho e versejo,
brincando de ser feliz! Sou poeta...

 

 

POESIA, MINHA ARTE

Perez Serezeiro

Escrever é minha arte.
Dela queria ganhar o pão.
Dar a todos satisfação
Por sentir saudades.
É ela que motiva
Poetas ou não
A escrever, colocar na linha,
O que vai no coração.
São pessoas emotivas, sentimentais,
Que tem a percepção
De ver, nas coisas naturais,
A beleza deste mundão...
Todas as emoções
São reveladas
Por deduções
Que no âmago, são exaladas.
Para se ser poeta
É preciso sentir
As ocorrências que peca
Sem alegria, no porvir...
Então esses meus escritos
No momento da solidão,
Traz paz ao coração
Dos perdidos.
Um amor destruído
Não se renova
Se não houver estímulo
Dado pelo poema...
Todos temos uma meta,
O de encontrar a felicidade.
Alguns tem pressa,
Por isso a dificuldade.
Talvez um dia
Eu tenha essa graça
De escrever sem farsa
O que traz alegria...
Deste trabalho, ter o meu salário
Para criar minha família

 

 

SONETO SOU POETA...

Nivaldo Ferreira

Sou poeta dos meus encantos e dores
E, no alfarrábio de minha alma trago
Histórias dos amores do passado,
Uns felizes, e outros, só dissabores...
Sou poeta dessa embriaguês noturna
Que abraçado à lua decanta seus versos,
Que mesmo tortos e embriagados são tersos,
Tentando iluminar minha alma furna...
Sou um poeta sem métrica e sem matriz,
Que segue sem direção nessa trilha,
Mas que nos verdes campos, andarilha
Minha poesia, sucinta e feliz...
Sou poeta, pois os versos na alma inflamam,
E minha essência esses versos decantam...

 

 

SOU POETA

Há dias que penso ser poeta
Mas creio que não o sou
Sempre pensei que poeta
Fosse um ser especial
Que tem um dom de dizer
Palavras vindas do céu...
Sempre descubro alguns deles
Aqui mesmo entre nós
Nessas cirandas contínuas
Dia a dia: -“ quem vem mais?...
“ observem bem o assunto...
Favor não desvirtuar”...
E ASSIM, VOU DESFAZENDO
MEU SONHO DE SER POETA...
OU TALVEZ Vá APRENDENDO
QUEM SABE... A SER POETA!
NUM CAMINHO QUE PRESUMO
SER UM elo do sonhado...
VIVA MEU APRENDIZADO...

Luiza Benicio

 

 

Poeta é quase passarinho

Passarinhos; é um enlevo velos criar sua casinha
Como pensam como os seus filhinhos criar
Fazem o ninho fio a fio, fragua a fraguinha
Ali um casal de amor fazem as ovinhas chocar
Como o poeta amam a flor, do néctar fazem a mesa
Alegres cabriolando, cantando no giro de seu voar
Voam longe, voam alto com tanta graça e destreza
Depois quando nos ramo a dar bicada, amar, galar
Beleza é na primavera quando chegam as andorinhas
A mim me comove, sou um imigrante como elas são
Voltas e reviravoltas que elas dão, lembram as minhas
Assim todos os passarinhos entram fundo no coração
O poeta também canta; voa, sobe com seu pensamento
Sobe nuvens e luar, e vai com os planetas jogar xadrez
Ademir-a o altíssimo olho; muito alem no firmamento
Poeta morre a admirar quem tanta magia de beleza fez
Aqui neste país frio, tantos pássaros lindos vem visitar
De todos as cores, mas cantar romântico é o do canário
Residentes, pica-pau, cardeal e o gaio não beleza sem par
Rouxinol, alegria da parreira, é poeta popular, o fadário
Se nasce-se passarinho cultivaria ou cultivava muitas flores
Insectos; dava-os a meus filhinhos e também seu néctar
Com alegria pousava nas janelas cantando para os amores
Escreveria versos ao vento; como passarinhos ia beijar

Armando Sousa

 

 

O VERSEJAR DO POETA ...


Mansa é a noite
em que as lembranças são doces ...
E o Poeta viaja em sonhos,
em sua fantasia cria mundos,
inventa situações,
brinca com as palavras,
retrata o novo,
o banal, o inusitado ...
Faz da saudade uma incógnita
remexendo com os sentimentos alheios
e revolvendo suas próprias recordações ...
Desvenda sua alma,
de sensações fragmentadas,
como retalhos de uma colcha
velha e inacabada,
que só se completa,
na imaginação
de quem o lê e compreende ...
porque o poeta se vai, mas
sua poesia, permanece eterna!

Nidia Vargas Potsch
@Mensageir@

 

 

SOU POETA...

quando liberto, em versos floridos,
ou em poemas doridos,
o amor reprimido
em meu coração,
e sem expressão
porque é proibído.
Sou poeta quando solto ao vento,
a paixão pelo sol, plas estrelas,
enfim.. pelo firmamento.
Sou poeta quando, perante a Natureza,
enxergo com estesia,
e sem alguma pretensão,
escrevo em forma de poesia,
o que me dita a inspiração.

Isabel Passos

 

 

Será que sou poeta

O poeta escreve para quem ama
Mas também escreve pra quem não ama
Ah, mas ele escreve pra quem é amado.
Poeta está sempre escrevendo para alguém
Um alguém que sofre, que ama, que é feliz...
Ah, mas também escreve só por prazer.
O poeta precisa ter motivo pra escrever
Se não tiver ele vai buscar, vai descobrir,
E vai achar razões de sobra pra escrever.
Será que o poeta pode ficar sem inspiração
Sei não, ele está sempre querendo mais
Seus pensamentos voam como o vento.
Esses ventos podem ser tempestivos,
Mas também, de repente, manso como brisa,
E lá se põe ele a escrever, escrever e escrever!

Clair Edelweiss

 

 

SER POETA

Ser poeta…
É estar em harmonia com a solidão,
E querer que o amanhã,
Seja fruto da paixão.
Ser poeta…
É amar o que de mais intimo há na natureza,
E fazer da nossa vida,
Um manto de realeza.
Ser poeta…
É soletrar o passado inesquecível,
E em nossa mente guardar,
Tudo de bom que é possível.
Ser poeta…
É ser mais alguém,
E desejar acordar vivo,
Depois de um sonho que tem.
Ser poeta…
É querer ser amado,
E ser mais humano,
Sempre por Deus abençoado.
Ser poeta…
É escrever um poema de esperança,
E um soneto de pureza,
Sobre o sorrir de uma criança.
Ser poeta…
É adormecer já a sonhar,
E acordar sempre a pensar.
Ser poeta…
Não é morrer por sofrer,
Mas sim amar p`ra viver!

Luis da Mota Filipe

(Sintra-Portugal)

 

 

SER POETA

Zélia Chamusca

Ser poeta
É a alma mostrar
E ela ao Mundo falar.
Ser poeta
É ter simplicidade
Fé e lealdade.
Ser poeta
É ter pureza
Encanto e beleza.
Ser poeta
É ter transparência
Arte e Ciência.
Ser poeta
É abrir caminhos,
De sonhos lindos,
E, deixando-se voar,
Sua alma, ao Mundo aberta,
Linda Mensagem espalhar.

 

 

PARA TI, POETA!

distancia-se
dos chamados das ruas
escreve compulsivamente
...e sonha
...........
sua inspiração,
brota no sossego
do doce aconchego
onde cozinha palavras
..........................
costura, lima, serra,
trabalha...sua...
............
da sensualidade latente,
(tão própria do poeta)
disfarça o emprego
para que, com esforço
se construa
a trama dos sentimentos
..................
e modela,
esculpe,pincela a musa nua
bela, sóbria, imponente
qual uma coluna grega
..............
pronta a obra,
publica seu poema
sem mostrar
a fábrica de suplício,
..................................

restos de tijolos poéticos
argamassa,
nem tintas ficam evidentes
natural que o efeito agrade!
ninguém sequer lembra
dos andaimes do edifício!
..................
Meu poeta!
Construtor da sua verdade
ARTEPURA!
inimiga de artifícios!
Seu poema
traz a força do seu amor
e da sua simplicidade!

Maria José Zanini Tauil

 

 

Sou Poeta

Sou poeta e vejo as maravilhas da natureza,
Canto cânticos de louvores até na tristeza,
Encho de carinhos a minha mulher amada;
Trilhamos juntos sempre pela mesma estrada.
Amo incondicionalmente em qualquer circunstância
Partilho os momentos difíceis e os de bonanças
Digo para a amada: - Eu te amo meu encanto.
Ecoo o meu grito de amor por todos os recantos.
Amo o Sol que brilha durante todo o dia
Amo a Lua que sugere muito amor e poesia
Com seus raios merencórios para os enamorados
E digo para minha amante, o quanto estou apaixonado.
Assim vive o poeta, em cada momento uma nova emoção
Sentindo vibrar no peito cada batida do seu coração,
Beijar a mulher amada com sensualidade e gozo
Acariciar seu corpo e viver momentos maravilhosos.
Sou poeta, sou homem; chamo-me paixão e amor,
Vivo a vida intensamente no ápice do esplendor.
Amo a vida, amo o belo, amo o meu amor. Sou profeta.
Sou felicidade, sou paz, sou luz; em suma: Sou poeta.

Wilton Almeida Reis

 

 

Ser poeta é...
Ser Poeta é amar sem ter alvo preciso
É ser verdade, é ter a força da universalidade
É não se conhecer omisso ou indeciso.

Eugênio de Sá

 

 

Sou Poeta !

Gildina Roriz (Magy)

Havia em mim o desejo de ser feliz!
Porém uma alma vazia.
Havia aflição, angústia, ansiedade, solidão...
Coisas que fazem mal ao coração.

Que caminho seguir... Como vencer a indecisão?
Preencher vazios, lacunas, e carências,
transpor barreiras, aliviar tanta tensão?
Havia um alerta de mudanças, com urgência...

Busquei meu Deus, e vislumbrei caminhos
Em minha alma, havia amor, fé, esperança.
Havia sentimento que apontava paz e bonança.

Encontrei-me com o sol, com a lua, com as estrelas...
Havia luz, calor, céu azul, mar, terra molhada.
Me fiz poeta... Havia tudo, só que antes, não via nada!

 

 

Sou Poeta
Não versejo.
Desenho meus pensamentos;
Ora, com tintas coloridas,
Ora, cinzas como lamentos...

Dalila Albuquerque

 

 

SOU POETA

Kedma O'liver

Amo a vida como ela é
cheia de encanto e fé.
Descrevo cenas, cores,
natureza, pessoas e amores.
Falo também sobre a dor,
conquistas e desamor.
Escrevo com muita paixão
sobre os males do coração.
Sou da paz, sou do bem,
sou da alegria também.
Vivo em festa.

 

 

Sou Poesia

Candy Saad

A poesia é um sonho
que sustenta nossa alma...
Sai do fundo do coração
de quem ama.
O poeta cria um mundo á parte,
onde expressa seus sonhos de amor,
de dor,de alegria e outros mais.
O poeta entra no imaginário,
procura dar sentido a vida,
ajudar a elevar as pessoas
e suas reações.
Na problemática do ser humano,
Ser poeta é ser amor!
Amor que pulsa dentro do coração do poeta,
Que a coloca a poesia no papel
com rimas ou sem rimas...
Dá luz a essa utopia!

 

 

SOU POETA

Oiára Bittencourt

Sou feliz por ser poeta,
porque me pego esculpindo
sentimentos inventados como quem
os vivencia,
sonorizando emoção com
uma simples poesia.

 

 

Edição Mara Pontes©

 

:::VOLTAR:::