PARTICIPANTES

 

1- Clara da Costa
2- Humberto-Poeta
3- José Hilton Rosa
4- Heloisa Abrahão(SC)
5- Maria de Fátima Delfina de Moraes
6- Isabel C S Vargas
7- Nelson Carvalho
8- Eugénio de Sá
9- Ilze Soares
10- José Ernesto Ferraresso
11- João Coelho dos Santos
12- Sonia Nogueira
13- Yna Beta
14- Heloisa F. Abrahão (SC)
15- Maria Olga de Oliveira Lima

16- There Válio
17- Eline Pereira
18- Marinez Stringheta/Mara Poeta
19- Rita Rocha
20- Zenaide Giovinazzo
21- Theca Angel
22- Cássia Vicente
23- MaluBarni
24- Cel (Cecíla Carvalho)
25- Suzete Palitos
26- Gina Maia
27- Verluci Almeida
28- Hamilton Brito
29- Eda Carneiro “Poeta Amor”

 

 

 

À flor da pele...

Clara da Costa

Estremeço de saudade e vontade,
de deitar teu sorriso no meu colo,
procurar o teu olhar
nessa paixão que me queima por dentro,
e que me perturba o sono...

Ando tão à flor da pele!...

Isso é apenas,
vontade de você...!

 

 

À FLOR DA PELE

Humberto-Poeta

Mesmo com a calma da mulher madura,
todo o teu rol de encantos me tortura
me desarvora e para ti me impele...
E mesmo dominada por teu pejo
eu sinto na eclosão do teu desejo,
em cada contração e em cada arquejo
que o teu ardor explode à flor da pele!

 

 

À Flor da Pele

José Hilton Rosa

vibrante
contrastante
miscigenação
clara
escura
parda
a cor que une raças
à flor da pele
Graça

 

 


À Flor da Pele
Heloisa F. Abrahão (SC)

A saudade bateu forte.
Meu riso gelado.
Estou pensando na sorte,
De te encontrar "desarmado".

 

 

À Flor da Pele
Maria de Fatima Delfina de Moraes

Teu olhar de sedução a incendiar-me os desejos.
Teu beijo é calafrio a percorrer-me a espinha.
No silêncio noturno, somos amor à flor da pele.

 

 

À Flor da Pele

Isabel C S Vargas

Um arrepio estranho percorre meu corpo,
Já acostumado com tua ausência.
Na calada da noite, me surpreendo
A recordar momentos felizes de outrora,
Quando me aninhava em teus braços,
E nele encontrava tudo que necessitava.
Não é a solidão que me deixa vulnerável,
Mas a saudade de teu toque mágico,
Tantas vezes desejado que me deixa
Com os sentidos à flor da pele,
Pela saudade de um tempo feliz,
Que jamais retornará.

 

 

À Flor da Pele
Nelson Carvalho

Eu e tu! Luar teve seu papel,
Pra que a troca dos beijos,
Mas tudo À FLOR DA PÉLE,

Que saciamos nossos desejos!
Perante teu corpo desnudo
Logo meu desejo me impele,
Por tal corpo beijo, faço tudo,
Mas sempre “À FLOR DA PÉLE”

 

 

À Flor da Pele

Eugénio de Sá

Absorvo-te o odor, que à flor da pele
Me inebria os sentidos e enlouquece
É como se o teu corpo, a magia dele
-Que o meu domina e nele se entretece-
Lavre este grande amor e a fogo o sele.

 

 

À Flor da Pele

Ilze Soares

Penso em você...Sinto saudades!
Nessa imensa cama vazia,
sinto aumentar minha vontade de tocar
seu corpo, fazer amor à vontade,
cobri-lo de beijos,
matar meu desejo,
gemendo e querendo mais...
Volte, amor,ao nosso aconchego,
me traga paz e sossego
a essa sensibilidade
que explode à flor da pele!

 

 

À Flor da Pele

José Ernesto Ferraresso

Embora sejas mulher da noite, tuas saídas
repentinas me maltratam.
Tento te compreender e não consigo!
Não entenderás jamais, o meu sofrimento
quando isso acontece.
Esse ciúme me deixa aflito e à flor da pele
só de pensar que estás nos braços de outro para
me afrontar.
Não me maltrates que um dia irás te arrepender!

 

 

À FLOR DA PELE

João Coelho dos Santos

Desiludido, nervos à flor da pele,
Nada espera da vida
Nem sabe quantas almas guarda
Dentro do seu tédio.

 

 

À Flor da Pele
Sonia Nogueira

Era um pedaço da blusa guardada
Azul, que eu encontrei lá na gaveta
Mofado, amarelado e sem desvelo
Joguei no lixo. Tinha risco de caneta.

Voltei, lembrei com olhos marejados
E li a frase pálida, tempo e saudade
“Quisera teu amor que me negaste”
O amor à flor da pele sorriu da mocidade.

 

 

À FLOR DA PELE
Yna Beta

Ah...que saudade de teus braços
Estreitando-me em teus braços.
Do aconchego em teu colo amado
Rever aquele teu sorriso assanhado.

Cobrie de beijos teu corpo, levar-me ao gozo
Te amar daquele modo ardente e gostoso!
À flor da pele sinto o queimar desse ardor,
Que aquece esse nosso desmedido amor.

Sofrendo nessa louca paixão, nesse ensejo...
Morro, perdendo-me em inconfessos desejos
Que vão além, muito além de simples beijos!

 

 

À Flor da Pele
Heloisa F. Abrahão (SC)

Ai que sufoco.
Falaram em aroma e cores,
Louca, pensei em amores
Onde esta minha sensatez?
Rios de recordações

 

 

À FLOR DA PELE

Maria Olga de Oliveira Lima

Meu fogo de amar você
Anda à flor da pele
E penetra-me às entranhas.

Já nem posso ouvir sua voz
Ou o dedilhar de seu violão.

Nas notas e melodias
Só entendo sua paixão
Buscando a minha.

 

 

À FLOR DA PELE

There Válio

Sinto uma saudade doentia de você,
Sua ausência me faz sofrer.
Essa paixão que corroí meu ser,
Faz também minh’alma sofrer!
E com meus sentimentos à flor da pele,
Fico a imaginar que sem você ao meu lado,
Não tenho mais nenhuma vontade de viver...

 

 

À FLOR DA PELE
Eline Pereira

Basta lembrar do teu olhar
Do teu sorriso transparente,
Do teu meigo abraço...
Da ternura das tuas mãos,
Acariciando meu corpo.
Das juras e promessas diante do luar,
Deixando minha emoção à flor da pele.

 

 

À Flor da Pele
Marinez Stringheta/Mara Poeta

Desejo quase explícito
Instiga-me a procurar-te
Desvãos da noite
Momentos mais precisos...
Não dá mais para continuar
Dizer que tudo vai bem
À flor da pele
Terreno minado.

 

 

À Flor da Pele
Rita Rocha

Ao seu toque levemente
provoca-me um arrepio.
Hoje ando tão carente
que minh’alma sente frio...

 

 

À Flor da Pele
Zenaide Giovinazzo

Todas as manhãs
penso nos teus braços,
pensamentos ordinários
que levam-me ao cansaço.
Todas as manhãs
penso nos teus beijos,
pensamentos carinhosos
que levam-me ao desejo.
Todas as manhãs
penso nos seus afagos,
nas doces palavras
e na penosa ausência...
E apesar das diferenças
o libidinoso querer
aflora à flor da pele!...

(SP/agosto/16)

 

 

À Flor da Pele
Theca Angel

Nada dizes, me olhas e enlouqueço...
À flor da pele traças ardentes caminhos.
Neste corpo, do qual, o pudor despeço.
Teu contato lembra peles de arminhos.
Ceder é eminente e de tudo me esqueço!
Sonho ou realidade, não mais importa.
Se é sonho e te trás para junto de mim.
Sinta, te abro enamoradas comportas
E te peço que não desapareças assim,
Como o simples fechar de uma porta.
Se real, valeu então a insistente espera.
Entendeste sermos imãs a nos atrair...
És o eixo, e de nosso mundo sou a esfera
O princípio e o fim, o tudo a repartir...
Erupção e chama de sedutora guerra!

 

 

À Flor da Pele
Cássia Vicente

Vibro com a lembrança
do teu cheiro...
Secam minha boca,
embassam meus olhos...
Sinto um vai-e-vem, dentro de mim...
À flor da pele da minha pele...Você...

 

 

À Flor da Pele
MaluBarni

Noite escura, ouço passos
Na calada da noite tu emerges
Estou à flor da pele para te ter
Sinto vontade de teus amassos
Conto segundos para que chegues
Um amor lindo de se ver!

 

 

À Flor da Pele
Cel (Cecília Carvalho)

O rubor da face
respiração cansada
olhar perdido no além
sintomas de meu pensamento perdido
quando olho para voce

 

 

 À Flor da Pele
Suzete Palitos

Lembranças... Sintomas... Você!
Presença constante em todos os momentos
À flor da pele
Pretensiosa emoção
E seu toque que não sai de mim

 

 

À FLOR DA PELE

Gina Maia

Ontem abri aquele livro
Que ambos lemos, faz muito tempo!
Recordei então nossos momentos
e como palpitou por ti meu coração.
Foi um querer vivido sem ligar aos ventos.
Fiquei com a emoção à flor da pele,
quando vi cair no chão,
o que julgava serem pedaços de papel.
Mas eram pétalas de rosa, cor de mel;
- Secas, mas ainda perfumadas!
Lembro-me como me apaziguaram a alma
quando mas colocastes nas mãos !
Como eram aveludadas....
as pétalas que ali ficaram guardadas
faz tempo, muito tempo!

 

 

À Flor da Pele
Verluci Almeida

Ouvindo este blues
que arranha minh’alma
sinto saudades
de coisas que não vivi.
Abraço meu joelho
e contemplo a lua
enquanto as estrelas
sorriem para mim.

 

 

Á Flor da Pele

Hamilton Brito

confesso a minha impotência
até minha falta de paciência
com o fato de amar você.
Você mulher, é um azougue
e na verdade, eu nunca soube
como seguir todos os teus passos.
E, por são saber direito o que fazer
vivo com os nervos à flor da pele
com o medo horrível de te perder.

 

 

À Flor da Pele
Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"

Tremo como um pássaro
Em tuas mãos ao sentir teu toque
À flor da pele nesta carícia louca
Que me deixa sempre rouca!

 

 

Edição Mara Pontes

 

:::VOLTAR:::