PARTICIPANTES

 

1- Clara da Costa
2- Ary Franco
3- Cássia Vicente
4- Maria Tomásia
5- Marcos Milhazes
6- Ruthy Neves
7- Mavi Lamas
8- Zenaide Giovinazzo
9- Susana Mendes
10- Oiarabit
11- Marinez Stringhetta- Mara poeta
12- Maria Olga de Oliveira Lima
13- Paulo Silveira de Ávila
14- Luiza Porto
15- Lêda Therezinha Rubin
16- José Hilton
17- Eduardo Gragnani
18- Humberto Poeta
19- Ilze Soares
20- José Ernesto Ferraresso
21- HildaRosa

22- faffi (Silvia Giovatto)
23- Gutemberg Maciel
24- Maria Marta Cardoso
25- Fernando Alberto Salinas Couto
26- Madalena Müller
27- Rita Rocha
28- Maria de Fátima Delfina de Moraes
29- Heloisa Abrahão
30- Osmarosman Aedo- 2.000 e Nós
31- Dioni Fernandes Virtuoso
32- JJotaPoeta
33- Vitória Lynn
34- Mifori
35- António Barroso (Tiago- Portugal)
36- Isabel Passos (Portugal)
37- There Valio
38- Malubarni
39- AugustaBS
40- Gina Maia
41- Isabel C S Vargas

 

 

 

"ÀS VIAS DE FATO"

a chuva açoita a vidraça,
a paixão palpita na penumbra...
beijos ardentes, toques febris,
eu e você...às vias de fato,
até onde o amor for capaz
de nos levar...

Clara da Costa

 

 

sob as cobertas, frio lá fora,
a lareira a crepitar não consegue
aquecer mais do que nossos corpos entrelaçados.
Ardemos de paixão em fremidos compassados
que antecedem o apoteótico êxtase final.

Ary Franco

 

 

é tempo de recomeçar,
um palpite valeu o risco, o riso,
entrei na tua dança,
destranquei meus saldos,
debrucei no teu corpo sob
a primeira lua de maio...

Cássia Vicente

 

 


sem hora para terminar,
nosso amor que mal começou,
às vias de fato presto chegou
até meu corpo no teu já enlaçou.
Difícil será dele soltar...
e eu nem quero tentar.

Maria Tomasia

 

 

Às vias de fato, a meia luz

Do arcanjo ao anjo me viste assim sem saber
das heresias profanas que se misturavamm às orações
feitas em pensamento junto ao lume da vela
quando rezava por ti
És mulher, que sem saber virou
a silhueta de menina refletida na memória
que estava amando um homem
e que não mais a penumbra pode esconder...

Marcos Milhazes

 

 

Finalmente chegou o fim.
A separação, às vias de fato... aconteceu.
Estou livre... você já pode aparecer...
e inundar meu coração.
Mudar o meu viver...
trazer alegria, e nos momentos alucinantes...
molhar o meu corpo com sua paixão.

Ruthy Neves

 

 

Podia até fazer uma prosa
Compor um verso ,mas existe o reverso
Num inverso complexo
Que desaguou inteiro
Nas águas turvas da insensatez
E de vez em quando
chegamos ás vias de fato
e precisamos assumir a burrice
De confundir riso com sorriso

Mavi Lamas

 

 

Chegamos juntos
na vida, no amor,
e até a vias de fato.
Momentos de reconciliação
nos fazem pensar
nas imprudências do ato!

Zenaide Giovinazzo

 

 

...E naquele encontro marcado,
tudo saindo perfeito! Trêmula...
Cheguei no momento...Exato.
Pois sabia que a tua intensão,
era chegarmos, no amor...
Às vias de fato.

Susana Mendes

 

 

Um dia vens, noutro te vais
Aborrecido, briga comigo
Me deixa em brasa
Depois maltrata
Não volta mais? ...

Quer me dar tudo,
Depois, não tem...

Às vias de fato
Não chegaremos
Neste vai-e-vem!

Oiarabit

 

 

A paixão não disse não
Penetrou na carne, na mente, e coração
Minhas forças enfraquecidas
Revigoradas pelos teus beijos
Deixaram-se possuir pelo teu copro
E bem melhor que "Atração Fatal"
Às vias de fato...Do amor, o Ato.

Marinez Stringheta/Mara poeta

 

 

Nossos beijos e abraços
Abarcam a Felicidade
Num só ATO!!
Às vias de fato...
Eu digo... Você diz
Vamos viver o Amor
Até a raiz?!...

Maria Olga de Oliveira Lima

 

 

na encruzilhada do tempo,
uma deusa de olhos cativantes,
paralisou-me, como se o tempo
não mais existisse.
Que ela aquela deusa?
Lembrava-me alguém que se perderá
na minha memória.
Quem seria?
Mil faces iguais as que se perderam
no delírios de viver,
como antigos risos que sonorizam o ar,
onde estão expostos os retratos desbotados.

Paulo Silveira de Ávila

 

 

Chegamos a vias de fato.
Tudo terminou.
Valeu a pena cada momento de paixão.
Agora sigo em frente, sem amarras
para viver um novo amor.

Luiza Porto

 

 

 ÀS VIAS DE FATO

Na insensatez do teu beijo roubado,
No arrebol de mais um dia de amor...
Quedei-me à excitação que nos levou,
Ansiosamente, às vias de fato...
Aspirando que a noite
Não tivesse mais fim...de fato!

Lêda Therezinha Rubin

 

 

Às vias de fato

À noite chegou
consigo o frio trouxe
O vento surdo aproximou
O romantismo estrelou
O brilho nos olhos de cada um
Bela noite com a neve caindo
Um aconchego nos abraços
Uma lareira para nos aquecer
Um vinho para nos ambientar
Vias de fato meu amor chorou
Com tanta beleza entre
a noite e nosso caminhar
O romantismo cresceu entre nós
Um forte beijo nos fez homem e mulher

José Hilton Rosa

 

 

Um contato,
Um abraço,
Um laço que fica,
Tua vida em mim bendita,
Cumplicidade em lençóis intimos,
Gestos pouco tímidos,
À vias de fato me abrigo,
Num amor contínuo...

Eduardo Gragnani

 

 

ÁS VIAS DE FATO

Na hora de ir pra cama,
ela resmunga, reclama,
a lançar-me ódios eternos!
São ofensas, desacatos,
parecemos cães e gatos
numa briga dos infernos!

Isso é incrível, não existe,
a força com que ela insiste
de ao amor negar-se ao ato...
Domá-la é o alvo que eu viso,
mas nem que seja preciso
chegarmos às vias de fato!

Humberto- Poeta

 

 

Não nos incomodou a chuva
que caia torrencialmente,
nem o vento assobiando
com força na janela!
Nossos corpos ardentes
às vias de fato logo chegaram
e o amor consumaram.

Ilze Soares

 

 

estou deitado,
olho para o teto,
quarto sombrio
tento me analisar,
às vias de fato, devo
meditar o que passou.
Desprezo não suporto mais ,
quero atenção, recuso-me,
e esse vai e volta,
não pode mais acontecer,
e nem posso consentir,
quero solução.

José Ernesto Ferraresso

 

 

Às vias de Fato...
Fechei as janelas de minha razão.
Me joguei de alma e corpo,
me fiz de puro amor,
me desnudei
e simplesmente vivi você.

HildaRosa

 

 

Às Vias De Fato

Quer saber?
é uma chatice ficar na expectativa,
se você vai ou não aparecer.
Ou você reflete e chega às vias de fato,
ou vai embora sem me aborrecer.
Tente me entender!

faffi (Silvia Giovatto)

 

 

Na penumbra da noite
Encontrei-me nos braços da amada
Entrelaçados corpo e almas
numa sofreguidão sem medidas
Chegado às vias de fato...
Acordei, era sonho...

Gutemberg Maciel

 

 

Noite fria
A lua inundando meu quarto
No momento exato da paixão
Eu e você às vias de fato
Insensatez ou lucidez?
O amor é fato...A separação
Não quero pensar
Deixa a vida se encarregar.

Maria Marta Cardoso

 

 

Nosso romance, inigualável,

como um trágico drama,
vai representando, em cada ato,
uma nova perfídia cruel
que por outro ato reclama,
chegando às vias de fato...

Fernando Alberto Salinas Couto

 

 

A imagem que fica...
...e hoje miro o céu, vejo uma lua
abundante, soberana...
reinante e senhora de meus sonhos.
Pensamentos que vão
distantes...sem o escutar do eco
da orquestra que acompanha.
Chegas e cortando o silêncio da noite...
uma grande e completa noite.
Vejo, apenas sua imagem distante,
a imagem que fica...perdida em mim...
tentas e desencontra-me,
teimas em achar-me.
Tento fugir...teimas em ficar.
Murmuras para dentro de mim...
e que vacilo em não reconhecer.
Hipnotiza-me...leva-me ao céu.
Abro os olhos...visualizo...a lua somente.
às vias de fato e tenho de confessar...
já que meu corpo e alma ficaram demarcados,
levastes meus pensamentos,
deixastes as marcas entranhadas...
onde já não me pertenço!!!

Madalena Müller

 

 

 Esperei-te

Esperei-te por tempo indeterminado
E nada mais acrescentaste
Um amor assim tão incoerente
Já era pra ter chegado às vias de fato.

Rita Rocha

 

 

Sol entre nuvens, tarde nublada.
Silêncio entre nós.
Às vias de fato, em velada voz,
eu disse adeus.

Maria de Fatima Delfina de Moraes

 

 

No silencio da madrugada,
Debaixo do edredon,
Garrafa de vinho vazia no chão.
Sou agarrada, sinto o corpo tremer...
Toca o telefone, logo agora?
Desperto... de novo não chegamos
as vias de fato.

Heloisa Abrahão

 

 

ÀS VIAS DE FATO

Automatizamos as emoções...lamentável.
Resta-nos além das danças de asas com réplicas de vôos,
O tremular dos pendões ( galhos pr'essas aves ), que ainda vivificam-se
Entre uma vitória e outra da incrível sensibilidade
Que de fato, sobrevive ao caos
Sem sequer notar a quem pertence o controle da máquina.

Osmarosman Aedo

 

 

Chegaste com palavras cativantes,
quentes, delirantes,
das que nos fazem a razão perder...
Como uma raposa traiçoeira,
esperta e ligeira,
tentaste com tua lábia me envolver...
Quase chegamos às vias de fato,
mas tua fama de bom amante é boato,
não és o sonho que sonhei viver...

Dioni Fernandes Virtuoso

 

 

Ah, "às vias de fato" - no Amor
é um ir e vir - inconseqüente...
São toques, são carícias,
roucos ais...
É Amor rolando n'Alma
doce arrepio na Carne da gente...
Ir "às vias de fato" - no Amor
não há como explicar...
Eis que os Prazeres dos Sentidos
ignoram e debocham da Razão!

JJotaPoeta

 

 

VIAS DE FATO

Nem lembro mais quando foi a última vez
Que te visitei de tanto tempo que faz.
Até já sonhei com você...sonhei que ao te visitar
A surpresa foi tamanha que o desejo
Era transformar em realidade...ISSO É VIAS DE FATO.

Vitória Lynn

 

 

"ÀS VIAS DE FATO"

Tinha que sair dali,
do meio de tanto engodo,
para ouvir o bem-te-vi,
bem longe daquele lodo.

Mifori

 

 

Era uma noite de luar
amena, de tépido calor,
com nossa pele aderindo ao tacto.
Naquele terno enlaçar,
eu e tu, meu doce amor,
chegámos, por fim, a vias de facto.

António Barroso (Tiago)

 

 

Às Vias de Facto

Sonhos roçaram-lhe a mente,
naquele encontro casual,
pois, faíscas, num repente,
qual fogo em vendaval,
em dois olhares se cruzavam.
Pouco depois percebeu
o que seus olhos buscavam.
Magoada, se protegeu
nos braços da solidão.
Numa peça de um só acto,
restou a desilusão;
Não chegaram a vias de facto!

Isabel Passos

 

 

“ÀS VIAS DE FATO”

Nosso amor tão conturbado,
Tentou em vão sobreviver...
Mas chegamos “às vias de fato”,
A solução... a separação.

There Válio

 

 

às vias de fato

Chegamos às vias de fato
bem pertinhos , entrelaçados
fazendo todo e qualquer contato
ruminamos nosso amor abraçados
Estamos mais felizes agora
já para nós não tem hora
Continuar assim é a meta
cavalgando nosso cometa.

Malubarni

 

 

Às vias de fato

Nem pestanejo, quero mais e mais!
Não enrolo com blá blá blá...
Quando quero e sempre quero, ah.... nada de esperar,
amar amar , me saciar até me fartar.

AugustaBS

 

 

ÀS VIAS DE FACTO

Gina Maia

Amor..., maná caído do céu.
Harmonia, encantamento.
Duas bocas, duas janelas de riso

atingindo o apogeu
no seu mundo, um paraíso...!
Amando chegam a vias de facto.
Dão-se os corpos no leito da paixão.
Dois quereres num só acto
consumindo a ilusão.

 

 

 As Vias de Fato

Isbel C S Vargas

Era um relacionamento perfeito.
Cumplicidade no olhar,
Carinhos, afagos trocados com doçura,
Amor cultivado em pequenos gestos diários.
Perfeição!!!
Ninguém entendeu quando, por ciúme,
Quase chegaram às vias de fato.

 

 

Edição Mara Pontes

 

:::VOLTAR:::