PARTICIPANTES

 

 

1- Clara da Costa
2- S.Holtz
3- Maria Thereza Neves
4- Odeteronchibaltazar
5- Luiz da Mota Filipe
6- Fátima Abrantes
7- Paulo Silveira de Ávila
8- Walterbrios
9- Waldir Cremasco
10- Ilze Soares
11- Kedma O'liver
12- José Ernesto Ferraresso
13- Conselheirodapaz-Marcelino
14- Jorge Jacinto
15- Jacó Filho(Portugal)
16- JRonaldo-JR
17- Marlene Constantino
18- Nivaldo Ferreira
19- Malubarni(Portugal)
20- Zé Ernesto Gaia(Portugal)
21- Cássia Vicente
22- Nádia Maria
23- Maria Tomasia
24- Cleide Dellani
25- Gildina Roriz
26- Clair Edelweiss

 

27- Cel (Cecília Carvalho)
28- Zenaide Giovinazzo
29- Susana Custódio (Sintra-Portugal)
30- Naidaterra
31- Regina Bertoccelli
32- Lúcio Reis
33- Victoria Lucia Aristizábal ( Colômbia-Bogotá)
34- Maria Olga de Oliveira Lima
35- Dioni Fernandes Virtuoso
36- Rita Rocha
37- Rosana Souza
38- Beki Bassan
39- Marinez Stringhetta-Mara/poeta
40- Cida Micossi
41- Wilton Almeida Reis
42- Luiza Benicio
43- Candy Saad
44- Renate Emanuele
45- JRonaldo-JR
46- Humberto- Poeta
47- Ruthy Neves
48- Ary Franco
49- Menduina
50- Neusa Mendonça

 

 

 

CHUVA

Clara da Costa

Não enxergo a chuva
lá fora...
Aqui dentro, meus olhos molhados,
se misturam à chuva
que não tem fim,
como minha solidão...

 

 

CHUVA

S.Holtz

Lá fora, a chuva desce mansa,
enquanto aqui te espero tanto.
E este meu sofrer não se cansa,
confunde o chuviscar e meu pranto.

 

 

CHUVA

Maria Thereza Neves

Escapam gotas das almas,
com a chuva se misturam...
Lágrimas e céus se acalmam,
suavizando ondas que rolam.

 

 

CHUVA

Odeteronchibaltazar

No telhado a chuva faz plim plim
escorre e desce ligeira,
no meu pensar sem fim.
Não choro mais.
Pranto deixou de rolar.
Agora o sol está em mim.

 

 

CAEM LÁGRIMAS

Luiz da Mota Felipe

Não enxergo a chuva na rua,
Aqui dentro meus olhos molhados,
São de pranto e solidão.

 

 

CHUVA

Fátima Abrantes

Lá fora cai a chuva forte
E em minh'alma fortes são os pingos
De desencanto, decepção e morte
Que busco assimilar sem sorte...

 

 

CHUVA

Paulo Silveira de Ávila

Tenho apenas um cajado para a estrada,
de chuvas e de sandálias são meus passos.
Sou um caminhante sem tempo para o
ADEUS.

 

 

CHUVA

Walterbrios

Porque falam tanto das chuvas,
Época de vinho das boas uvas,
Que hoje bebo a solidão fria
E à ver tudo que antes não via.

 

 

CHUVA

Valdir Cremasco

O céu chora e as águas da chuva
Batem e escorrem em minha vidraça,
Lavando a alma do mundo...
As lágrimas brotam de meu olhar
Escorrem pela minha face a banhar
Minha alma que está
Sua ausência a lamentar.

 

 

Chuva

Ilze Soares

Cai chuva, escorre pelo chão,
fertilizando o amor
que existe no meu coração
e me aquece com seu calor.

 

 

CHUVA

Kedma O'liver

Chuva cai bem mansinho.

fecho os olhos e espero,
em meus braços o carinho
por voce que tanto quero.

 

 

CHUVA

José Ernesto Ferraresso

Chuva incessante
ninho de amor
momentos que ,
lágrimas escorrem
transforma em jardim de flor
tristezas acabam,
acaba sua dor...

 

 

CHUVA

Conselheirodapaz-Marcelino

A chuva cai lentamente,
Morna, calma, dolente,
Deixando uma sensação
De frescor na alma da gente.

 

 

Chuva

Jorge Jacinto

Molha-me feito chuva
Beije-me intensamente
Com minha pele nua
Seja amor tão somente.

 

 

APÓS A CHUVA

Jacó Filho

Passara vários dias quase às escuras,
Ouviam-se os lamentos nas periferias...
Na relva, entre flores, a aranha tecia,
Reluzindo na teia, o Sol após a chuva...

Cantam os pássaros em gratidão nua,
E vítimas choram a perda dos ninhos...
Cidades inundadas, e campos florindo...
E a névoa é dissipada de visões cruas...

Os rastros do vento onde havia casas,
Cobram-nos a natureza que matamos...
E sentimos na pele o quanto erramos...

O sol derrete a cera soltando as asas,
Caindo na conta, o que extrapolamos...
Ontem, destruímos; Agora choramos...

 

 

CHUVA

JRonado-JR

Deixe a chuva cair
Amanha ela vai te fazer sorrir
Aproveite todo momento
E dê tempo ao tempo.

 

 

CHUVA

Marlene Constantino

Gota a gota vem a chuva
em prantos silenciados.
Turvas águas fazem chafaris
em vitrais trincados.

 

 

CHUVA

Nivaldo Ferreira

Tão cristalino e tão manso
Despe-se o pranto noturno,
Ante ao meu olhar soturno,
Pois sei, que não te alcanço.

Pesa-me o horror da solidão,
Queda-me o fel desta ventura,
A morte beija minha desventura,
Pois deste amor, só há a ilusão.

A chuva molha a madrugada,
Extenuando o meu pranto,
Que vê sem grande espanto,
O vulto do teu adeus na calçada...

Lágrimas, as minhas e a da chuva,
Confundem-se, e se quebram na rua...

 

 

CHUVA

Malubarni

Atrás dessa chuva fina
Logo chegará a bonança
Essa é minha firme esperança
Vem, meu amor, ilumina
Meus caminhos, na surdina
E vamos lá no vinhedo
Comer uvas em segredo.

 

 

CHUVA

Zé Ernesto Gaia

Chuva bate mansinho nas Giestas!
Ninfas sob cascata ribeirinha...
Companheiras das mais velhas florestas.

 

 

CHUVA

Cássia Vicente

Entre pingos e respingos na janela
não me esqueço dela,
nem que eles parem lá fora
eu continuarei chorando por ela.

 

 

Ciranda - Chuva

Nádia Maria

Chuva que cai fina sobre meus cabelos
Hino de louvor, bênção do Criador
Umedecendo e lavando toda dor
Vai purificando e transformando meu viver
A esperança renovando, nova vida ressurgindo.

 

 

CHUVA

Maria Tomasia

Lá fora, mansamente a chuva cai...
Da janela, observo seus pingos prateados.
Triste, penso nas lágrimas já derramadas,
por alguém que está sempre no vai-não-vai!

 

 

"Chuva"

Cleide Dellani

O vento me disse
Que o céu estava triste
E ao afogar suas mágoas
Desmanchou-se em águas.

 

 

CHUVA

Gildina Roriz

Gotas translúcidas, amenas,
beijando a terra seca e árida,
doavam alegria e amor...
Eram seivas e vidas esperadas...
Hoje, em caudais transformadas,
espalham morte e horror.

 

 

Chuva

Clair Edelweiss

Quando a chuva cai
Ela traz uma calma gostosa...
Mas, não demora muito e logo...
Vem a saudade do sol!

 

 

CHUVA

Cel (Cecília Carvalho)

Cai a chuva na vidraça
me impede ver quem passa
apressados e com frio ...
Na minha solidão
meus olhos estão molhados
sofre o meu coração ...

 

 

CHUVA

Zenaide Giovinazzo

Chuva lá fora, cai de mansinho.
Cá dentro, meu coração bate fraco,
inseguro, apaixonado e sozinho...

SP/ 09/07/2010

 

 

Chuva

Susana Custódio

Cai chuva fina
Leve, levemente
Tirando-me a rotina
Oiço-a chamar por mim
Mas, só o amor chama assim
Em sussurros nesta cadência
Com perfumes de jasmim
E chama assim perdidamente
Que me pões em frenesim.

Sintra/Portugal

 

 

A CHUVA

Naidaterra

Nem a chuva e
nem minhas lágrimas
querem parar...
Um perigo!
Mares e rios podem
transbordar ou sal virar...

 

 

ABENÇOADOS PINGOS

Regina Bertoccelli

São abençoados os pingos da chuva
que caem, que molham a terra,
que beijam as flores...

 

 

Chuva

Lúcio Reis

Ao gotejar daquela nuvem como lágrima
Num volume de dimensão sem igual
A chuva me conduz ao momento crucial
Quando o não partiu nossa união
Pondo um triste e doloroso final
No meu amor por ti e minha total paixão
Inundando-me de terrível solidão
Numa corrente líquida de dor
Qual uma chuva a afogar o meu amor.

 

 

POEMA DE INVIERNO

Victoria Lucía Aristizábal

Lenta la lluvia en su caer constante
las muchas penas en sus ser remoja
diluyendo el negror de la congoja
me acompaña con voces cautivantes

Resbala por la angustia palpitante
que tu recuerdo en mi rosal deshoja
deja que un cántaro de amor recoja
su bálsamo sutil vivificante

Suave lluvia, disuelve mi quebranto
cuando la siento caer dejo que el llanto
derrame como el cielo su caudal

La lluvia como el llanto lava el alma
los amores de ayer encuentran calma
y olvido en su regio manantial

Bogotá Colombia

 

 

CHUVA

Maria Olga de Oliveira Lima

Oh chuva, que amo tanto
Que me traz tantas lembranças!...
Eu, criança...
Desça chuvinha, de mansinho!
Não maltrate meu cravinho
Muito menos meu jasmim.
Caia como um sereninho...
Não assuste o bebezinho,
Que tal um principezinho
Dorme tão lindo,
Igualzinho um anjinho
Na caminha de marfim!!
Apenas chuvinha
Umedeça a rosa, a margarida,
A cravina...
E todas as delicadas plantinhas
Deste mimoso JARDIM!

 

 

Chuva...

Dioni Fernandes Virtuoso

Cai a chuva na calçada da minha alma
e inunda meus olhos com pingos de saudade...
Num torrencial lamento,
faz borbulhar os sonhos que trago em meu coração...
Sou presa, carente, da solidão!
Alço voo, grito ao vento, os momentos puros que contigo sonhei...
E lá se vai mais uma noite,
chuvosa do pranto que por ti chorei...

 

 

Chuva

Rita Rocha

Chuva caindo em torrente
limpando o chão tão quente
vai levando na enxurrada
as dores e mágoas da gente.
Chuva caindo fininha é ternura
meu coração em amargura
deseja com ardor... mais e mais doçura.

 

 

CHUVA

Rosana Souza

Tarde de chuva
Sob sol ardente
Foi-me a luva
Do amor ausente

Lavou meu rosto
Trouxe a saudade
Expus o gosto
E minha vontade

No meu querer
De estar em ti
no amanhecer
quero dormir...

 

 

CHUVA

Beki Bassan

Como é gostoso,
correr sem destino,
deixando os pingos da chuva,
acariciar e purificar
com amor todo o corpo.

 

 

CHUVA

Marinez Stringheta/Mara poeta

Quero te amar na chuva
Na chuva que vejo da janela
No calor que ainda resta do outono
Que transita entre verão e inverno
Beijos molhados de chuva
Beber as gotas de tua face
Unir teu cheiro
Ao cheiro da chuva.

 

 

CHUVA

Cida Micossi

Cai do céu a chuva fina
Que adoça o sal
De outra chuva
Que de meus olhos cai.

 

 

Chuvas

Wilton Almeida Reis

Chuvas são gotas de bençãos
Enviadas pelo criador
Demos pois glórias a Ele
Com todo o nosso louvor.

Sem a chuva não há vida,
A chuva é alegre e me acalma
A chuva é a seiva da terra
A chuva lava a minha alma.

 

 

A CHUVA

Luíza Benício

Quando o calor está demais aqui na minha cidade, desejamos chuva!
Todavia, ela nos traz mais transtornos do que bonança!
Porque a nossa cidade é baixa, e geralmente as águas não correm rápidas
para os esgotos e para o mar, acumulando-se nas ruas e trazendo transtornos, muitas vezes graves, prejudicando a vida da maioria
das pessoas, principalmente as que moram perto de canais ou regiões
mais baixas. O problema do trânsito também é grave nos dias de chuvas
e causam transtornos ao trânsito e aos pedestres que se locomovem para
o trabalho, para a escola, etc.
Mas é necessária, pois ameniza o calor e as plantas precisam também dela!
Tudo volta a ser verde e os passarinhos cantam
com mais alegria!

 

 

Chuva

Candy Saad

Amar você na chuva
Foi um delírio...uma paixão
Corpos molhados
Roupas ao chão...

 

 

MISTURA DAS ÁGUAS

Renate Emanuele

É a chuva que cai e corre pelo vidraça
Nesta tarde do rigoroso inverno vigente
Avisto um cão que perambula negligente
Um guarda encolhido na guarita da praça

No canteiro amontoados de folhas velhas
Tudo em volta parece vazio, é a solidão
O cenário perfeito em minha alucinação
Onde minh'alma neste cenário se espelha

E nestes pingos de chuva que lavam a rua
Misturo as lágrimas que rolam pela face
Amanhã será outro dia e o sol reaparece
Os sonhos se renovam ao despertar da lua

 

 

CHUVA

JRronaldo-JR

Quando a chuva cair do firmamento
O Sol poderá brilhar a qualquer momento
Uma estrela estará a cintilar
E eu sempre a te amar

 

 

CHOVE, CHUVA!

Humberto - Poeta

Vem, amor, batamos palmas
para a chegada das chuvas,
para que, enfim, nossas almas
não se sintam tão viúvas!

E quando a chuva escutarmos,
seremos qual mão e luva...
basta só nos ajustarmos
ao tamborilar da chuva!

Que seja o dia chuvoso
e do pó o telhado escove;
façamos o amor gostoso
enquanto lá fora chove!

 

 

Chuva

Ruthy Neves

Caia sagrada chuva...
encha os mananciais.
Escorra pelo meu corpo...
e leve todo o desamor...
os desesperos triviais...
desta vida sem cor...
que eu quis pintar...
com pincéis falsos de euforia...
acreditando ter agora...
encontrado o verdadeiro amor.

 

 

CHUVA

Ary Franco

Em passos lentos, sob a chuva, vou caminhando...
Sem abrigo e sem pressa, pra meu destino inclemente.
Volto para minha solidão; ninguém me esperando...
Levo apenas comigo, meu pobre coração plangente!

 

 

 CHUVA

Menduina

Andamos de mãos dadas sempre
Mesmo que a Chuva teimasse
Em nos acompanhar amor

 

 

Chuva

Neusa Mendonça

Mistura-se com minhas lagrimas
Pode ser chuva de inverno ou verão
São gotas de amor misturadas com estações
Lagrimas são como chuva que lava nosso coração...

 

 

 

 

 

Adaptado Por Mara Pontes©

 

:::VOLTAR:::