PARTICIPANTES

 

1- Clara da Costa
2- Eliana Ferraresi
3- Helena Luna
4- Cibele Teixeira
5- José Ernesto Ferraresso
6- Angela Conde
7- Cássia Vicente
8- Zenaide Giovinazzo
9- Ervin Figueiredo
10- Roze Alves
11- Antônio Cícero da Silva
12- Cel ( Cecilia Carvalho)
13- Augusta Melo
14- Humberto-Poeta
15- Tarcisio Ribeiro Costa
16- Rute Seubert
17- Cássia Vicente
18- Kedma O'Liver
19- Humberto-Poeta
20- Edvaldo Rosa
21- Maria Thereza Neves
22- Regina Bertoccelli
23- BellVil
25- Heloisa Abrahão
26- Raquel Donega de Oliveira

 

 

 

LUZ QUE VEM DE VOCÊ

Meus olhos tristonhos
enchem-se de luz,
se você estiver por perto.
Meus olhos perdidos no infinito,
têm o fervor do sol,
no meu corpo sobre o teu.
Meu momento feliz
é luz que vem de você,
no brilho dos teus olhos nos meus...

Clara da Costa

 

 

 

 

O silêncio, o temor,
O medo...
Hoje permitindo-me escolher
trechos menos difíceis de percorrer...
Encontro luz!
Hoje feliz estou!
Sem medo ou receios...
simplesmente hoje sei quem sou!

Eliana Ferraresi

 

 

 

 

SOU TRISTE

Sem querer descrer de ti
eu te busquei
em gritos soltos e loucos,
no desejo do teu beijo.
Ouço sons de violinos
que vêm no sussurro do vento,
vendo o sol se por sem cor.
Triste sou neste destino
inerte e sem movimento.
Te esperei por longo tempo...

Helena Luna

 

 

 

 

Esse louco sentimento
que une você e eu,
constitui o meu tormento:
sinto o gosto dos seus beijos
e me consumo em desejos.
Você se tornou um vício,
o fundo de um precipício,
e me joguei porque quis.
E, desse tombo profundo,
nem procurei me erguer...
onde estou, eu sou feliz.

Cibele Teixeira

 

 

 

 

QUERO TER

Quero Ter

Teus beijos quero ter,
fogosos com muito furor
pelo meu corpo inteiro.

Seus olhos, focos de luz,
que o seu sonho reluz
desejos que fez-me feliz.

Hoje quero beijos e emoções,
ser por você consumido,
viver por você e ter você.

José Ernesto Ferraresso
Serra Negra
19/09/09

 

 

 

 

Penso em ti...
Culpo-me por ter sido inconsequente,
por ter cedido por impulsos de momentos...
Meu erro foi ter permitido que outros
dessem opiniões sobre nós
sem terem um pingo de conhecimento
do nosso sentimento.
Hoje sei que o que sinto é imenso
por isso te peço:
Esquece tudo o que sucedeu,
vem de novo ser luz dos olhos meus...

Angela Conde

 

 

 

 

Despercebidos

Teu perfume.
Teu gosto próximo, num truque,
se funde no segredo que temos
no presente definido no ontem.
Sensível toque.
Teu símbolo explode em mim,
feito flocos de neve, enfim,
o momento descerra orgasmos.
Cem por cento escrevo um conto,
desconto o secreto encontro
no rolo entre o beijo e o queijo
que ficou esquecido no lençol.

Cássia Vicente

 

 

 

 

POEMETO SEM "A"

Posso ser feliz
escolhendo escrever
simples poemetos,
ou permitindo-me
esquecer o que
me entristece...
Vivendo, descobrindo,
sendo espelho de mim.
Entretenimento louco
ou luzes do existir?

Zenaide Giovinazzo

SP/19/09/09

 

 

 

 

MEU QUERER

Quero poder dizer-te
De meu sentimento,
Do que posso por ti,
E esse momento vem
De encontro com o que penso,
E com tudo que em mim
Fizer- me feliz junto de ti.
Um sentimento puro,
Que os deuses me concedem,
Só por te querer,
Por seres que és,
De meiguice, sutil, forte e doce.
Te desejo e espero com
Teu corpo que venero.
Vem, quero sentir- te me envolvendo,
Num gesto louco e cheio
Do teu impulso corpóreo.
Vem, te espero, veementemente !

Ervin Figueiredo

19/ set/ 2009
Americana/ SP

 

 

 

 

Perdi Você

Roze Alves

Sentindo um gelo em meu ser
Vi com terror que te perdi
Foste, fiquei só, sem me convencer
Tudo foi belíssimo, um sonho
Te quis, consegui tê-lo
Sofri com teus olhos frios sobre mim
Estou só no momento...
Convenço-me que é o melhor
Teu querer foi um sol que escureceu
Flor que murchou, perdendo o odor.

Amanhecer-M

RJ: 19/09/2009

 

 

 

 

SEM VOCÊ

Viver sem você,
eu fico triste.
Com você no meu viver,
tudo é regozijo.
Em perfeito domínio
dos bons momentos,
nós sempre vivemos
em doce divertimento.
Sem você comigo,
o tempo presente morre.
Tudo é difícil e obscuro,
em momentos de sólidos
e de longos sofrimentos...

Antonio Cícero da Silva

 

 

 

 

Meus olhos percorrem o horizonte
querem ver meu sol se por
voce é meu sol, quero ver voce ...
Meus olhos sorriem em te ver
moço que vem me embevecer
com o mimo do seu bem querer ...
Meus olhos dois meninos inocentes
vivem momentos esquecidos
por voce ter me ferido ...

Cel (Cecília Carvalho)

 

 

 

 

Dentro de mim, versos escondidos...
do tempo,
do medo.
Escondidos de você.
Estrofes no vento...
Sonhos de poder ser seu soneto.
Dentro de mim, morre triste...
todo meu sentimento...
pelo tempo,
pelo medo,
por você.
Porque em mim só pode viver,
o que um verso pode conter.

Augusta Melo

 

 

 

 


Eu topo, sim, esse jogo,
esse torneio de fogo
de escrever um tropo ou mote
de modo que ninguém note
presente nesse letreiro
o seu símbolo primeiro.
Nele me inspiro e vou indo
neste meu esforço infindo,
que é rude como um desterro,
pois se eu cometer um erro
fico longe do sucesso
e do prélio me despeço.
Nem me ocorre o leve medo
de um cochilo vil e tredo,
e o meu negócio é insistir
pro meu bom nome incluir,
sem temor de um titubeio,
no pódio deste torneio!

Humberto- Poeta

 

 

 

 

Você, meu sonho...

Fico contigo
Como se o meu peito
Fosse teu colo...
Nesse viver sem jeito
Tento te descobrir,
Colo meu ouvido
No teu peito...
Ouço teus soluços,
É um gemer de dor...
Penso que é o desejo
De quereres viver comigo
Entre risos e beijos...
Mesmo sendo tudo um sonho,
Quero contigo viver meus sonhos,
Mesmo em sonho.

Tarcísio Ribeiro Costa

 

 

 

 


LONGE DE VOCê

Rute Seubert

Como vou viver...
Sinto neste despreso o gelo,
O corpo frio pede teu eu.
Vivo no silêncio sem luz.
Busco ser feliz mesmo sem sorte
Só o sol lume sobre mim.
Quero teu corpo quente no meu.
Impossível sentir o teu perfume.
Dos momentos sentidos pelo corpo
E espirito;
Com meu corpo prostrado sigo de
longe este sonho.
Cheio de enfeite multicores.

 

 

 

 

Perdido, sem rumo,
entre os escuros tons...pensou morrer.
Um lume surgiu forte frente seus olhos,
decidiu volver,
vislumbrou luz no início do que pensou ser o fim,
percebeu que foi onde tudo começou.
Pegou o sorriso com os olhos firmes no brilho
e em multicores encontrou
seu próprio sentido de viver.
Hoje, é feliz! e sorri!

Cássia Vicente

 

 

 

 

CHORO

Senti sufoco em meu peito
voce, bem longe, sumiu
por dentro eu chorei
o corpo todo sentiu.
Triste, sem teu cheiro,
vendo você sumindo
choro em silêncio...
sem conseguir te esquecer

Kedma O'Liver

 

 

 

 

SILÊNCIO

Eu vejo em teu silêncio um vil suplício
que me deprime como ingente vício,
que rói-me o imo num cruel tormento!
E neste incômodo viver sozinho,
sou como pombo só, em solteiro ninho,
bebendo o copo desse insosso vinho,
que é tédio, que é torpor, que é sofrimento!

Humbertto-Poeta

 

 

 

 

" CIRANDA POÉTICA SEM A LETRA A. "

Se hoje vivo só,
É porque persisto, insisto em viver...
Só que, quem disse que isso é viver?
Sinto que é morrer...
Se de momento em momento,
Sinto e penso só em você!
Como posso viver sem você?
Eu me pergunto...
Meus ouvidos meio que surdos,
Só percebem no silêncio...
Dentro do meu peito,o teu nome me corroer!

Edvaldo Rosa

16/12/2009

 

 

 

 

Momento triste

( Haiti/2010 )

Maria Thereza Neves

Terremotos,tantos mortos
homens perdidos, sem porto.
Filhos sem teto...
no relento, no tormento...
ciclos em círculos tontos
corpos sem nomes, túmulos!

15/01/10

 

 

 

 

Vem...

Quero curtir contigo
nossos melhores momentos,
espero-te em meu leito, vem...

Regina Bertoccelli

 

 

 

 

Poder

Poder nem sempre é querer
Querer pode surgir
Mesmo sem o poder
Fui fundo e encontrei
Que tudo que quero
nesse momento
É de poder te querer,
sem sofrimento !!

BellVil

Santos 22/01/2010

 

 

 

 

QUERO SER

Ser forte e persistente,
Ver o que gente inteligente vê.
Sentir no peito, forte remexer,
Entre tombos e tropeços...
Erguer meu esqueleto,
Coberto de luz, sorrir...
Ter o futuro de gozos e flores!

Heloisa Abrahão

 

 

 

 

SEM A LETRA "A"

Homem inquieto
Mulher contente
Encontro no centro
O relógio sugere: três
Em frente do metrô.
Olhos de espelho
Cútis de pompom
Cheiro de flor
Perfume cítrico
Expressões de sim
Beiços de beijos
Seguem pro trem
Unem-se pelos dedos
Sussurros no ouvido: segredos
Que só quem quer muito pode dizer
Homem ditoso
Mulher sorridente
Um registro de gente
Que conseguiu ser feliz
Vivendo com sorte o encontro
Que eu vi por breves momentos.

Raquel Donega de Oliveira

 

 

 

 

 

 

Adaptado por Mara Pontes©

 

:::VOLTAR:::