Saudades

 

  Cassia Vicente

 

 

Seria mais um domingo tedioso, relutando em levantar da cama, mesmo porque não tinha nada pra fazer, insistia em sonhar, a cada vez que seus olhos abriam, os fechava rapidamente tentando dar continuidade ao sonho, não conseguia, mas começava outro sonho, com pessoas que ha muito não via, misturando com pessoas desconhecidas (ou não...) e assim foi até que escutou o cuco bater onze horas, agora teria que levantar e enfrentar o dia.

Levantou fingindo disposição, tomou um banho bem demorado, se trocou e foi para  a cozinha, fez um capuccino, pegou a forma de bolo, sentou e começou a comer, um pedaço de bolo, um gole de capuccino, bem devagar foi saboreando o chocolate do bolo, seus pensamentos voaram longe, sentiu saudades de bons momentos ao redor da mesa, onde com boa companhia tomava café com bolo, pôde até sentir o cheiro do café fresquinho e do bolo quentinho, acabado de tirar do forno, tempos bons, saudades gostosa.

Afinal o que significava a saudades, seria um sentimento saudável ou uma entrave para a continuidade da vida...

Seus pensamentos a confundiam... só o que sentia naquele momento eram saudades de coisas boas, que aos poucos a vida vai deixando escapar, por displicência ou porque a história teria que tomar outro rumo, virar a página e deixar momentos registrados como saudades.

Difícil a definição do sentimento saudades, será que existia alguém que não sentia saudades, achava impossível.

Decidiu que saudades era um sentimento bom e perfeito para que almas se encontrassem no universo do pensamentos a qualquer hora em qualquer lugar sem entraves, somente bons fluídos trocados.

Deu um longo suspiro como mandando seus sentimentos para bem longe dali, levantou e continuou o dia não mais sentindo que ele seria mais um domingo tedioso.

 

 

 

 

 

Beijos

 Cida St !!!