PONTO SEM FINAL

 

Às vezes...não! Muitas vezes...meus olhos viajam,
borboletas rondam meus pensamentos e maçãs
caem sobre minha cabeça me despertando...
Sinto o verde sob meus pés, o azul sobre minha cabeça
e nuvens viajando entre o meu céu e terra.
Me calo diante dos novos conhecimentos que ando tendo,
apresento ao meu cérebro as novidades e fico aguardando
ele sintetizar enquanto bebo água de coco...

 

 

Admiro a minha consciência que se coloca em uma postura
madura quanto a evolução consciencial.
Por outro lado me assusto com minha postura
ainda tão sem consciência quando não vive pacificamente
com quem ama, nâo aceitando 100% os pontos de vista,
as opiniões e posicionamentos do ser amado.
E vem a afirmação:
Você ainda não vive 100% com sabedoria.
Ponto para minha consciência que me cobra atitude.
Desconto de mim alguns pontos.
Por enquanto os deixo do lado, quero ganhá-los
quem sabe até o próximo conto.
Quem conta aumenta um ponto.
 
Ponto sem final.
 
 
Cássia Vicente
2013

 

:::VOLTAR:::