Por momentos, fim do caos
Cássia Vicente
 
 
 
 
A cidade é uma metrópole, caos por todos os lados, paisagem de cimento frio.
O sol que passou o dia despercebido se foi,e,
de repente, mentes silenciam o barulho do vai e vem, deixam mudas as buzinas
e atiçam as sementes quase dormentes, ávidas pela luz.
A lua nasce branca rompendo sem dó o cinza cristalizado no céu,
bate no asfalto acordando sonhos adormecidos,
instigando passos a caminhar rumo a promessas esquecidas.
Cortinas se abrem, nas calçada renascem cadeiras
em busca de encontros furtivos.
Do mais alto arranha-céu dois olhos a tudo assitem.
Por momentos, fim do caos.
 
Agosto 2012
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Créditos:
Arte e Roteiro by Sueli
 
 
 
 
:::VOLTAR:::