A HISTÓRIA DE UMA FLOR
Clara da Costa
 
O tempo ironiza sentimentos.
A escuridão abraça lembranças.
Um suspiro na noite escraviza saudades.
Uma lágrima causa tempestades.
 
O vazio paralisa o sentir.
No álbum de retrato a vida passa,
como películas de um filme antigo.
No silêncio da mente, a poesia adormece...
 
...e aquela flor
que me deste com tanto amor,
 chora só,
num canto da casa.
 
***
 
A HISTÓRIA DE UMA FLOR
Eduardo Gragnani
 
 
A esperança embala na eternidade,
Uma lágrima derradeira até envaidece a alma,
Nada mais representa um retrato da vida,
Ainda que a flor desabroche,
Existe uma existencia das pétalas,
Enquanto houverem,
Mesmo caídas,
Amor enraizado sobrevive,
Mesmo que a poesia adormeça...
 
 
Junho/12
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
:::VOLTAR:::