AMAR-TE EM POESIA
 
Clara da Costa
 
A razão se abala,
o cheiro da saudade embriaga,
a noite  embala,
o coração fraqueja,

A voz falha,
sussurro bobagens,
vislumbro imagens,
levito em miragens.

O coração bate acelerado,
quando sinto mesmo à distância,
teu pensamento chocar com o meu...

E... loucamente,
decido te amar em poesia,
nessa madrugada enluarada.
 
***
 

Amar-te em Poesia
Carlos Rubim
 
Amor descomplicado 
É poder amar sua poesia
Entrega do coração 
As palavras que me tocas

Saber que em ti
Encontrarei fonte de miragens
Despertando paixões que a
Razão desconhece. 

Acelera o coração 
Na miragem de sua imagem
É teu pensamento distante 
Que me faz amar sua poesia.