ATÉ O FIM

Clara da Costa

 

tudo é você,

na poesia,

na distância que machuca,

na solidão que escraviza.

 

no ar que respiro,

nos versos que escrevo,

no silêncio confidente

da noite que baila ao vento.

 

nos cenários das horas vadias,

na lágrima que rola,

na saudade que se enrola.

 

Tudo é você,

na tela vazia,

onde pinto com o teu sorriso...

 

Tudo é você...

até o fim!

***

ATÈ O FIM

Walter de Arruda

 

Sempre

À procura

Busca o amor

Quando estás distante

Estás no coração

Que é meu e teu também.

Quando estás perto

Nosso querer é um só Amar

E o amor vivo, belo

Entre nós dois

É insólito

Nunca

Irá terminar.

 

Setembro/11

 

 

Texto inspirado na música All The Way ( Até o Fim...)

com Frank Sinatra e Celine Dion.

 

 

 

 

 

 

 

*** Favor manter os Créditos e a Formatação ***

 

Eliana Ferraresi
Email para Contatos

 

 

 

:::VOLTAR:::