CAMINHOS DIFERENTES
Clara da Costa
 
 
 
Na calmaria do horizonte,
estavam meus pensamentos...
 
num descuido do meu coração,chorei...
 
Chorei por mim, por nós,
pela vida que nos guiou
por caminhos diferentes.
 
 
 
 

CAMINHOS DIFERENTES

João Coelho dos Santos

Sob um céu de tempestade,

Despertou da turbação noturna de pesadelos,

Sentiu-se inquieto como fera enjaulada,

Percebeu que o tempo é dono das recordações,

Que o talento é dono do acaso

E que os amigos seguiram caminhos diferentes.

Concluiu que seu corpo é o seu planeta

Que sua alma tem como dono o universo

E que a vida é sua, só sua.