Começaria Tudo Outra vez
 
Clara da Costa
 
Estou mentindo quando digo
que não te amo mais,
que não preciso do teu abraço,
de teus beijos.
 
Estou mentindo quando olho outros olhos,
quando beijo outra boca e abraço outro corpo...
são apenas sombras
no espelho escondido das ilusões.
 
Fujo prá esquecer,
deixo o coração criar asas,
sou apenas uma peregrina da tristeza
nas horas que atravesso sem você.
 
Falo a verdade
quando digo que
já és parte de mim,
falo a verdade quando digo que...
 
Começaria tudo outra vez!
 
 
Julho/13
Praia de Pipa/RN/Brasil
 
 
 
    Nunca mais
 
                                 António Barroso (Tiago)
 
               
          Não quero mais amar, já não te quero.
                          Não te desejo mais, já não desejo.
                          Esperar o teu amor, já não espero.
                          Beijar a tua boca, eu já não beijo.
 
                          Sentir o teu calor, eu já não sinto.
                          Eu não te chamo mais, já não te chamo.
                          Mentir-te, com verdade, já não minto.
                          Desisto de te amar, já não te amo.
 
                          Não te pretendo mais, eu não pretendo.
                          Se me prendi demais, já não me prendo.
                          Corri, atrás de ti, mas já não corro.
 
                          Não preciso mais de ti, eu não preciso.
                          Já não quero sorrir, nem teu sorriso,
                          E se já, por ti, morri, ainda morro.

 
                                        Julho/13
 
 
Parede – Portugal



 
Arte e Formatação:
AugustaBS

 

:::VOLTAR:::