Derramar Estrelas
Clara da Costa
 
 
A esperança faz deleite com a fantasia,
 porque tudo sempre poderá acontecer
seja com o  brilho suave de um nascer do sol,
no vento cortante que murmura desencanto,
no rouco barulho do mar,
na magia daquele soneto ao luar,
no silêncio sedento que grita na madrugada,
ou mesmo,
no sussurro manso de uma palavra de amor...
 
Tudo sempre poderá acontecer,
quando teu olhar me estender os braços,
e nas ondas desse olhar,
tua boca pairar sobre a minha,
não importando o tempo,
porque fazemos o tempo,
entrelaçando nossos corpos nesse ardor
tão cálido...tão lento...tão gentil...tão carinhoso,
 como a derramar estrelas sobre minha saudade.
 
 
 
 

DERRAMAR ESTRELAS

João Coelho dos Santos

 

Não te canses de derramar estrelas

Porque a voz do belo é a tua, poeta.

É a tua palavra cantada ou murmurada

No seu fulgor que grita e canta

Como grita e canta a rude pedra

Quando a partem

E separam a sangrar da pedreira,

Numa fadiga de repetida desesperança

E de pungente melancolia.

 
 
Junho/13
 
 
 
 
 
 
 
 
Jpg mulher
 
Wav: The Beatles - Don't Let Me Down
 
 

 
 
 
 
 
:::VOLTAR:::