Clara da Costa - À FLOR DA PELE-
 

 
 
 
 
Ando tão à flor da pele,
estremeço de saudade,
isso é apenas,
 vontade de você...
Clara da Costa
 
 
Pipa/RN
05.10.08
 
À FOR DA PELE!
Bernardino Matos.
 
Ando tão à flor da pele,
que sinto frio de mim,
pedi a Deus que cancele,
esse momento ruim.
 
Se o meu resto de vida,
ficar menos um pouqinho,
até chegar a partida,
darei amor e carinho.
 
Espero, porém, que Deus,
não atenda meu pedido,
esses momentos são meus,
com eles tenho aprendido.
 
Na escola do sofrimento,
o preço da aflição,
é enfrentar sem lamento,
jamais negando o perdão.
 
E, assim, com paciência,
construimos com encanto,
uma sábia vivência,
num caloroso recanto.
 
E, então, a felicidade,
vai chegando de mansinho,
e o amor de verdade,
povoa nosso caminho.
 
E não mais à flor da pele,
e sem ter frio de mim,
o meu viver me impele,
a sorrir até o fim.
 
Fortaleza, 25/07/09
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

::::VOLTAR::::