AMIGOS E INIMIGOS
Clara da Costa
 
Amigo,
palavra doce,
doce como é,
a brisa suave
de um amanhecer.
 
Amigo,
palavra afetiva,
assim como um apoio,
uma alavanca 
que precisamos.
 
Inimigo,
palavra doída, que machuca,
que não gostaríamos de pronunciá-la,
mas que não surge por acaso...
 
Inimigo,
palavra forte,
que demostra traição,
difícil ser aceita,
mas que acontece de repente.
 
Amigo,
teu carinho me fascina,
teu olhar é pura poesia,
quando caminhamos lado a lado.
 
Amigo,
teu afeto me cativa,
teu abraço me conforta,
nos  momentos tristes e alegres. 
 
 
Inimigo,
um desafio do presente, resquícios
de um passado desconhecido,
que desafiam nossa real capacidade de amar.
 
Inimigo,
infidelidade  e traição,
atua na oposição,
 e chega causar
grandes decepções. 
 
 
Amigos e inimigos,
que nos ensinam sobre o amor,
no afeto e desafeto,
de situações carmáticas.
 
Amigos e inimigos,
oposição e contraste,
pela Lei do Mestre,
devemos acatar,
e saber perdoar.
 
Pipa/RN
09.05.09
Serra Negra/SP
10/05/09
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

.

 


::::VOLTAR::::