O Amor Se Fez Poesia
 
Clara da Costa
 
Um arrepio sutil,
despertou carícias  atrevidas,
quando teus olhos bailaram no meu olhar...
 vi  calor e  amor!
 No breve roçar de ternura,
vi a saudade no teu sorriso,
o calor brotando de tua pele...
 despi meus desejos...e já não era tão pura!
 O vinho e o blue,
eu e você, sorrisos soltos
corações em desalinho...
 nós dois em infinitos desatinos!
  Os anjos bailaram ao ritmo dos corpos atordoados,
de cheiros e ais impregnados
nessa paixão que palpitava na penumbra...
 
...e o amor se fez poesia!
 
 
 
 
 
 

Sempre poesia,
 
 Edson Gonçalves Ferreira
 

Tu sempre serás a poesia mais pura
Arrebatada no fogo do amor
Esse que nos sagra perante Deus
E sua coorte angelical
Todas trombetas soam solenes
Anunciando a sua passagem
Sempre divina e primaveril
No ardor da paixão.
 
 
 
 
 
 
 
Tube  janela DeniseWorisch
Tube mulher GINATUBES FEMME 1715