QUEM SABE...
Clara da Costa
 
meu destino
é desaparecer,
partir,
sem rumo,
incerto,
sem direção?
talvez...
 
um destino,
peregrino,
voar bem longe,
sonhar,
 um mundo surpreso,
na busca do amor,
de um eterno amor...
 
quem sabe...
 
***
Quem sabe...
Num encontro eu me encante
E me seja o bastante
Para me lambuzar de riso
O que estava encharcado de pranto.
 
Quem sabe não mais...
O desencanto que,
De boca escancarada,
Anda debochando um tanto.
 
Marcos Sergio T. Lopes
 
DEZ/10
 
 
 
 
 
 
 
 
 



 

:::VOLTAR:::