Sede
          
Clara da Costa
              
Abrace meu corpo nu,
pinte-o com tua língua,
mata essa sede,
de teu amor
e
de você,
todo em mim.

          

          
Toma tudo de mim, então
Faz de mim seu vulcão
E que eu me embrenhe
te assanhe...
Até o prazer deixar de querer.
         
Marcos Sergio T. Lopes
                                   
 Maio/10
 
 

 
Tube Mulher Annabr
 
Tube Paisagem Annabr

 
 
 
 
 
 
:::VOLTAR:::