O AMOR NÃO SE FOI...FICOU
Clara da Costa
 
Na noite calma,
fria e serena,
o amor não se foi,
ficou...
no vazio da cama,
no incontrolável desejo de te amar,
nas horas vazias,
no espelho que reflete
minha face cansada.
 
O amor não se foi,
ficou...
nos meus devaneios,
nas lágrimas que estavam pedindo para serem choradas,
nas cicatrizs que sangram,
latejam.
 
O amor não se foi,
ficou...
na loucura que arranca a razão,
no enredo tresloucado dessa paixão,
na poesia que foge dos olhos,
nos pensamentos que perambulam,
nos sussurros que dançam no ar.
 
O amor não se foi...ficou,
no tempo que corre mais
do que as batidas de um coração
que pede o teu amor...
 
****
 
 
 
O AMOR NÃO SE FOI...FICOU
Débora Acácio
 
O amor não se foi ... ficou
na saudade que vem quando
de mim você se vai.
No cheiro do perfume que fica no ar...
A me embalar
E trazer-te sempre no meu recordar
 
O amor não se foi... ficou
Quando fecho os olhos
E escuto os barulhinhos bons dentro de mim, o tum tum do meu coração
No arrumar a casa dentro e fora de mim
no prenuncio de sua chegada.
Nos meus sonhos em noites
frias e estreladas
 
O amor não se foi... ficou
Quando me pergunto se
quero o nosso fim e ele responde
que preparado não está para te esquecer
mas se vais ficar feliz assim
o teu livre-arbitrio vamos respeitar
Na saudade mais ainda nos agasalhar
E ele o amor que existe em mim
vai ficar. 
 
 
Setembro/11
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 
*** Favor manter os Créditos e a Formatação ***
Eliana Ferraresi
E mail para Contatos
 

:::VOLTAR:::