...pelos becos tortuosos dos sonhos,
nos rastros de lembranças,
das promessas incertas
vestido de ilusão,
despido de certezas...
 
...com idéias nuas,
sentimentos em desalinho
o olhar perdido,
como um rio que corre distraído,
o poema voejou...
tranquilo
silenciado
sem rumo
sem sol
à espera daquela flor que sorri sambando
no desabrochar suave da primavera,
à espera do bailado colorido das borboletas
no voo delicioso da liberdade.