Quisera Eu...
Clara da Costa

...afagar teu olhar
que não cabe em palavras,
com a ponta dos meus dedos.
 
...com a alma despida,
roçar meus lábios
nos versos soltos da tua boca.
 
 
...parir sorrisos,
caminhar sobre nuvens
com a leveza de uma pluma.
 
 
...voar alto,
viver essa magia
em nossas manhãs de poesia.
 
 
...que um dia você voltasse
pelo mesmo caminho,
que tudo deixasse de ser saudade
e teu olhar, finalmente,
não se afastasse mais do meu.
 
Quisera eu...
 
 
Praia de Pipa/RN/Brasil

 

 

 

 
Nunca Mais
António Barroso(Tiago)

                Não quero mais amar, já não te quero.
                Não te desejo mais, já não desejo.
                Esperar o teu amor, já não espero.
                Beijar a tua boca, eu já não beijo.
 
                Sentir o teu calor, eu já não sinto.
                Eu não te chamo mais, já não te chamo.
                Mentir-te, com verdade, já não minto.
                Desisto de te amar, já não te amo.
 
                Não te pretendo mais, eu não pretendo.
                Se me prendi demais, já não me prendo.
                Corri, atrás de ti, mas já não corro.
 
                Não preciso mais de ti, eu não preciso.
                Já não quero sorrir, nem teu sorriso,
                E se já, por ti, morri, ainda morro.

                           Parede - Portugal
 

 

 

 
  *  *  *
 
 
*** Favor Manter os Créditos e a Formatação ***
 
Eliana Ferraresi
Email para Contatos