TUA VOZ
Clara da Costa

Ao ouvir tua voz,
sorri verdades
alardeie felicidades,
corri sobre o brilho do luar
escrevi rimas entrelaçadas...

Será que foi apenas um sonho ou uma discreta realidade?
 
 
TUA VOZ
Reginaldo Honório da Silva
 
Na discrição da realidade
Os sonhos alçaram vôo
Qual plêiade de anjos
e se entrelaçaram nas rimas
Da tua voz embriagada de saudade
Que ouvi logo que a manhã
Se deu inteira à tarde.
 
Será verdade ou sonhei com a realidade?
 
 
Abril/12
 
 
 
 
 
 
Arte final Sueli
 
 
 
 
 
:::VOLTAR:::