AMOR

Cássia Vicente

Para dizer a verdade,
menti quando disse estar bem,
estava mal,
mal de saudade,
mal de vontade,
mal por estar invisível aos teus olhos,
aos teus ouvidos,
aos teus sentidos...
Te confesso, já bem melhor,
este mal de amor não faz tão mal
quando penso que é temporária
essa diatância entre nós.
Arranco da vontade a paciência,
da paciência, crio sonhos,
com os sonhos, vivo você.
A dor passa logo.
São apenas momentos que
como as ondas, vêm e vão,
lambem a areia e deixam frescor
aos pés que a pisam,
aos caminhantes,
que buscam na brisa
a inspiração do amor.


*************


"Amor...Confesso"

Te confesso!
Cansei de esconder
Todo esse tanto de você
Que procuro por todo canto.
Tua falta me faz falta
Me machuca
Me deixa vazio
Uma lacuna de distancia
que me castiga.
Preciso te confessar
Não dá prá esconder mais
Sou tanto você
Que já nem sei ser eu.
Quando falta tua noticia
E tua presença fica longe de mim
Existe algo que em mim grita
E chama você sem parar.

Marcos Sergio T. Lopes
20/01/2010

 

::::VOLTAR::::