Poética

Cássia Vicente

De manhã desperto
de dia enfureço
de tarde estrago
de noite enlouqueço.

Do sul a centro-oeste
dou meu braço a torcer
cativo quem goste
do que sei escrever.

Outros que leem
de página em página:
que se riem.

Nasço pra lua
escondalizo o que é certo
-Meu tempo é
incorreto.

*
Poética

Clara da Costa

De manhã,
sorrio para o dia, de tarde emudeço,
a noite, nos teus braços
enlouqueço.

Em todas as direções,
o poema transmuta,
fazendo sorrir,
fazendo chorar ou...
apenas sendo esquecido.

Meu tempo é incerto,
meus versos soam
como o vento,
no sussurro do mar.
- Minha vida é poesia.

 



 

 

 

::::VOLTAR::::