TUDO ESTRANHO
Clara da Costa
 
Tudo estranho
paredes nuas,
casa repleta de
espaços vazios...
 
sem teu cheiro,
sem teu perfume,
que evaporou na tua ida...
 
Cama vazia,
da folia de você nos lençóis
com cheiro de amor...
 
 
Tudo estranho,
sem nexo,
sem sexo...
*******
TUDO ESTRANHO
Cássia Vicente
 
 
Tudo estranho
cama vazia
travesseiro sem  cheiro
lençóis impecáveis
silèncio de morte...
 
Tudo muito estranho
caminhar pela casa
e ver tudo  certinho demais
controles no lugar
tapete sem marcas de barro
nenhum copo sujo
nenhuma latinha vazia
nenhuma camisa cheirando suor...
 
Tudo complicadamente estranho
banheira seca
chuveiro sem pingar
sem escova de dente azul
sem barbeador
nenhuma toalha no chão
nenhum tapete molhado....
 
Tudo tristemente mudado
solitário demais
sem charme total
isso que chamo de
pecado mortal!

 

 

 

 

 

 

::::VOLTAR::::