A paixão é deliciosa, mas o amor é magistral
Cássia Vicente
 
 
 
 
Depois que a paixão vai embora,
vem a calmaria,
o coração fica morno,
bate ainda descompassado,
 o nó ainda aperta a garganta,
mas nada que perca o fôlego.
As palavras ainda são ditas com emoção,
mas a razão fala mais alto.
Os arrepios ainda percorrem a pele
na mesma intensidade porque o amor
agora é o imperador da alma.
Sinal de amor que veio pra ficar,
que vai marcar a vida
mesmo que pegue outro rumo
em qualquer desvio.
As palavras fogem na poesia
porque os arroubos se aquietaram
e o momento é de quietude, reflexão interna.
Mas a alma poeta grita: escreva,
nem que seja uma cosinha sem graça,
não perca a pose de artista,
pinte as letras na realidade,
as fantasias ficarão bem guardadas
 nas folhas dentro da gaveta,
prontas para serem recordadas.
Então,
as mãos se juntam nas letras vivas.
 deixam brotar as rosas do coração,
e soltam o perfume em pétalas orbitais.
 
 
Jataí-GO
28-03-2010
 
 

  

 

 

 

 

:::VOLTAR:::