Duas da tarde
Cássia Vicente
 
 
 
 
Na verdade não queria que fosse assim
mas a vida promove
o que damos a ela.
E o que dei foram incertezas.
 
Inconsciente,
manipulei minha alma,
reneguei  avisos,
retruquei desejos,
assimilei fantasias,
expeli fantasmas,
literalmente
me entreguei ao oposto.
Desgostei.
 
Derrotada,
barranco abaixo despenquei.
 
Assustei.
A passos largos
me equilibrei.
 
Ressurgi na margem úmida do sereno matinal.
 
Deixando marcas com pés, ergui minhas mãos
em busca de tudo
que deixei escapar pelos dedos ignorantes.
 
Minha face corou
ao sol do meio dia
e
as duas da tarde
me entreguei à você.
 
 
Jataí-GO
18-09-2009
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 ::::VOLTAR::::