NEM DE LONGE
Cássia Vicente
 
 
 
Nem de longe a mentira nos alcança.
A verdade prevalece.
Damos nós com delicados laços.
Com fitas coloridas nas cabeças pensantes
enfeitamos nossos segredos.
 
Nem de longe a dor nos alcança.
Amolamos os ponteiros no pontiagudo
fio da navalha que corta nossos dias.
Com minutos a vencer as horas,
sangramos nossos segredos.
 
Nem de longe o medo nos alcança.
Somos crianças brincando de amar,
correndo pelos corredores da vida.
Com presença encontramos o caminho
mesmo numa fresta.
 
 
Jataí-GO
29-04-2010
 
 
 
 

 

 

::::VOLTAR::::