Solto a garganta
Cássia Vicente
 
 
Grito de raiva.
Invejo todos os beijos
que vejo na cidade.
Revolto.
Ivoco a maga que mora
em minh'alma.
Subo nas alturas,
 solto a serpente
que habita em mim,
 boto fogo nas palavras,
rezo cinco versos ao avesso
e arremesso ao vento.
   Revolto.
 Se não beijo, ninguém beija também
até a meia noite.
 
Jataí-GO
20-10-2009
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

::::VOLTAR::::