A vingança
Cássia Vicente
 
 
Quando  inspirei
deu-me as costas,
destratou sem palavras,
e com minguadas letras
escrevi como um aprendiz.
 
Quando mais tarde
quis se voltar,
recusei veemente teu olhar,
debrucei sobre as letras
e escrevi como um poeta.
 
instalei a vingança renovada
na revoada dos teus cabelos
sobre tua pele que desconheci.
 
Da catedral
uma música 
que não era virginal. 
 
 
 
Jataí-GO
13-05-2011