QUASE UMA ODE
 
Cássia Vicente
 
Certas músicas não deveriam sair dos nossos ouvidos,
deveria ter um dispositivo que a gente acionava na mente
e ela começava continuamente a tocar só pra gente
na intimidade dos nossos momentos de prazer a sós.
 
Certas músicas marcam presença que nos deixa em êxtase,
com vontade de dançar sentada, de sorrir pra parede,
de rolar na cama de jeito suspeito,
de ficar mais tempo embaixo do chuveiro.
 
Certas músicas nos compromete até os fios dos cabelos brancos
que teimamos em esconder, libera suor nas partes mais delicadas,
fazem nossos lábios solar mudos com medo de ficarmos desnudas
frente ao que chamam de pecados.
 
Certas músicas...ah...certas músicas nem posso descrever o que nos
faz fazer...posso declarar que as cortinas se cerram antes do segredo
ser revelado, deixando no balbuciar um quê apaixonado, que olhos
curiosos ou ciumentos cerram, vermelhos de raiva ou respeito.
 
Certas músicas são tão caras ao coração, tão leves, que o corpo flutua
sem que nenhum mortal perceba, são tão raras aos ouvidos outros
que, ficam a observar a coisa doutro mundo acontecer, incerta,
talhando os que têm ouvidos para ouvir, de loucos.
 
Jataí-GO
18-09-2010
 
 
 
 
 
 
Tube PaisagemLostIsland_MistedByGini
 
Tube Moça Sorensen_Designs ©Wildfire
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
:::VOLTAR:::