SEM TÍTULO
Cássia Vicente
 
 
 
 
Lembranças sacodem minh'alma.
uma dor extrema apunhala meu peito,
chora nas recordações...
 
...vaga nas certezas e não enxerga saída,
assinala as curvas do labirinto
demarcando o seu papel...
 
...de mero expectador define o rosto
com marcas indeléveis daquele amor
que esmaeceu na poeira.
 
Desta dor tiro uma poesia
que escrevo trêmula de saudade...
decididamente é uma poesia sem título.
 
 
Julho 2011