NOITE
Cássia Vicente
 
 
 
 
 
A noite chegava de mansinho...
nada mais seria pesado,
a leveza eram as aves
acariciando a lua cheia que
subia devagar sobrepondo
nuvens aqui e ali.
 
A noite o medo ia embora...
gostava do seu reflexo nas águas
límpidas e silenciosas.
 
As aves compunham melodia
quando se abriam em sonata
e chegava aos seus ouvidos
displicentes.
 
A noite cumpria promessas.
 
 
 
Agosto 2012
 
 
 
 
 
 
Créditos:
Tubes
anna.br
Guta Melo
 
 
Edição e Arte Final : Dea Maia