O Espelho
Cássia Vicente
 
 
 
O rosto se esconde do espelho ou,
o espelho esconde o rosto?
Breve indecisão aprecia o passante.
Como seriam seus pensamentos,
atravessariam a rua ou,
se sentariam no meio fio?
Observei.
Nenhuma nem outra,
os pensamentos simplesmente
acompanhavam o passante e
eu não tinha nada a ver com eles,
porque iriam se mostrar?
Pensei em quantos pensamentos
passam pelo meio-fio, sendo alvos
de atropelamento ou de teimosia, se sentando
para esperar nem sabem o quê.
Os meus pensamentos estavam nos outros
pensamentos, e, nos meus, quando estariam?
Percebi que eu e eles estávamos
no meio da rua esperando para sermos
atropelados e despertados no
ponto de convergência.
Quebrei o espelho à minha frente.
Segui...
 
 
fevereiro- 2012