Quando...
 
Cássia Vicente
 
 
Quando dei um basta na poesia,
dei um basta em mim...morri ainda vivendo.
 
Perdi as rédeas dos sonhos e
debrucei no vazio dos pensamentos
que a infertilidade programou
para o meu universo inverso de paz.
 
Perdi a paz, tentando acreditar
que era providencial ao meu renascer.
 
Subi aos céus em vida
acreditando que mais à frente
renasceria das cinzas
que restaram das minhas poesias.
 
Será?...
 
 
 
Junho 2012