UM ADEUS...UMA SAUDADE
Clara da Costa
 
Melancólica,
assim estava ela
na volta prá casa
depois daquele triste adeus...
Nas ruas, muitos rostos
que não via,
através das lágrimas
que teimavam em cair...
Pára...olha para trás...
Titubeia...quer voltar...
Não volta...vai prá casa.
A mesma casa que ontem
ainda tinha a presença dele...
Hoje, resta seu perfume
ainda nos lençóis onde
vibravam entrelaçados
na penumbra do quarto...
Um adeus,sem volta...
Uma saudade, eterna...
 
Pipa/RN
14.11.07