Eu apenas queria Amor sem palavras
Montanha da vida De mansinho
Apenas amo Ah saudade
Amor e saudade Amor no mar
Devaneio Clara de Pipa
Ata-me Bailarina
A carta que escrevi Chora poeta/Ser poeta é assim
Liberdade Desatino
Dueto você nua/Nua te espero A rosa
Meus olhos, nossos olhares

A carta que escrevi
Flores raras Belos poemas
O mundo está perdido
Entrelace Tua Boca

Desejando apenas paz e amor Setembro
Resignação Oi...Saudade!
Noite de solidão O teu silencio
Pensamentos vazios Amor sem palavras
O amor se fez poesia ...E te embalar de prazer
Amanhã será outro dia Momentos nossos
Voei sem asas Amigos são flores
Entre nos dois O mundo está perdido
Feitiço Perco o fôlego
Dueto Fica comigo Poema inacabado
Era/Saudade molhada Eu digo adeus
Nossas metades inacabadas Em certos dias
Esqueço que um dia fui saudade Lembranças
Eu e você, às vias de fato Sem você/A sós conosco
Adeus, Amsterdã Um homem
O silêncio também escreve Pensando bem
Ainda é tempo de acreditar ...E a Rosa'
O palco é nosso ...E te embalar de prazer
Assim sou eu

Versos alados
Meu desejo de te amar Versos na areia