A FÁBULA DA VERDADE

Uma tarde, muito desconsolada e triste,
a Verdade encontrou a Parábola, que passeava alegremente, num traje
belo e muito colorido.
- Verdade, porque estás tão abatida?
- perguntou a Parábola.
- Porque devo ser muito feia já que os homens
me evitam tanto!
- Que disparate! - riu a Parábola - não é por isso
que os homens te evitam. Toma, veste algumas das
minhas roupas e vê o que acontece.

Então a Verdade pôs algumas das lindas vestes
da Parábola e, de repente, por toda à parte onde passava
era bem vinda.
- Pois os homens não gostam de encarar a
Verdade nua; eles a preferem disfarçada."

(Conto Judaico)

 

Porque a verdade se esconde por trás de uma máscara, fantasiando a realidade? Medo? Insegurança? Covardia?...Nada disso!

Não é a verdade que se esconde, ela é escondida pelo Ser (des)Humano que pensa que a escondendo tudo fica mais fácil. Ilusão de palhaço. Risadas vêm em primeiro plano, mas no pano de fundo, ela, a verdade, mostra sua cara limpa.

Porque o Ser (des)Hunano se engana tanto, se autopunindo, escondendo de si a realidade, a verdade que mais à frente vai tropeçar nos seus próprios pés, então sim, o Ser (des)Humano vai ser a sua criação, o palhaço que sempre chora diante do espelho quando limpa seu disfarce.

Melhor se livrar das vestes da Parábola e vestir suas próprias vestes. A sua verdade colorida ou cinza, frente ao espelho será sempre o brilho que iluminará o seu caminho, sem precisar do farolete do outro.

 

 

:::VOLTAR:::