¨Estar Feliz¨

Pensei em escrever sobre o que é ¨estar feliz¨,
são tantas vertentes que percebi para ¨estar feliz¨,
que entendi não ter esta profundez definida,
uma coisa é certa, para ¨estar feliz¨ somente cabe a nós esta decisão.
Não são palavras de incentivo que vão nos deixar feliz,
nem belas poesias, nem um bom filme ou romance, uma boa conversa,
nem mesmo um sorriso, arrisco dizer, nem mesmo um amor,
isso tudo são coadjuvantes,
o que realmente vai nos deixar em estado de felicidade
é como vemos e sentimos cada coisa.
O estado de felicidade vem de dentro e reflete na nossa cara, nas nossas atitudes.
Ninguém é feliz porque o outro deseja, a felicidade é carreira solo,
um balé que agrada a todos os olhos e cada passo faz refletir no outro/em si a paz desejada.
E o outro/por si ter a chance de ser/aprender a ¨estar feliz¨.
Estar feliz é estar em paz, mesmo em meio ao caos, porque o caos está do lado de fora
e a felicidade sempre está instalada/estabelecida de dentro para fora.
SE chove lá fora, se faz um calor intenso, se o sorriso fugiu dos lábios do outro,
se o bom dia não saiu da boca alheia, se o mal humor está impregnado naquele,
nada disso tira o estado de felicidade daquele que estabeleceu ¨estar feliz¨.
Felicidade é feita de momentos, e momentos nós os fazemos segundos a segundos,
simples não?
Não, nada simples me/eu diria, pergunto, não é a simplicidade a coisa
mais difícil de se fazer atitude? Te/me digo Aja!
Não são os experimentos difíceis que nos ensinam em profundidade,
deixando marcado na nossa mente pensene para sempre?
Então, simples não?

Cássia Vicente_Agosto 2011

 

:::VOLTAR:::