A ILUSÃO DO REFLEXO

Clara da Costa

Nos preocupamos tanto em querer
o que não temos, do que agradecer pelo
que temos, achando sempre que a
felicidade terrena, está no acúmulo de bens
materiais.
Buscamos fora de nós, a felicidade,
a satisfação, o bem estar.
Nada nos trará felicidade, se essa não
for a nossa meta de vida: ser feliz
em qualquer circunstância, acreditando
sempre, que estamos aqui de passagem,
que tudo é passageiro.
Nem tudo que reluz é ouro, o brilho pode ser
enganoso e, seu reflexo,
ilusório.
Nos iludimos com o
vulgar, com o passageiro e, muitas
vezes, nos violentamos internamente,
buscando coisas obscuras que não fazem
nada bem ao nosso espírito.
Nada quem vem fácil, é grandioso.
A satisfação interior, está exatamente
em buscarmos o que nos faz bem,
o que nossa consciência diz que é
o certo, o que é lícito, sem precisarmos
cair no fundo do lamaçal da desonestidade,
de falsidade e mentiras...
buscando o fim, de qualquer maneira,
sem nos importarmos com os meios.
Nada é mais gratificante do que conseguirmos
a nossa vitória como seres humanos,
através de nosso esforço,usando de
bons sentimentos como
a honestidade, sinceridade, integridade e,
o maior dom que podemos ter
que é o amor.


Praia de Pipa/RN

28.10.09

Texto publicado no site:

http://aeradoespirito.sites.uol.com.br/

 

 


 

 

 

 

:::::VOLTAR::::