CASULOS DA ALMA

Clara da Costa

" Minha força está na solidão.
Não tenho medo nem de chuvas tempestivas, nem de grandes ventanias soltas, pois eu também, sou o escuro da noite"
Clarice Lispector

Nascemos, crescemos e morremos.
Somos diariamente metamorfoseados pelo tempo,
que corre célere como areia entre nossos dedos.
O tempo passa, chegamos no outono da vida,!
Momentos solitários chegam...
São momentos que vêm com a tranquilidade,
da chegada de uma maturidade, onde procuramos buscar
nas coisas simples, motivos prá ser feliz.
E, principalmente, sentir e vibrar com nossa própria companhia.
Amar-se e orgulhar-se do que viveu, do que aprendeu,
do bem que deixará gravado nos coração das pessoas
com quem conviveu.
Olhar para trás,
e conseguir sorrir, lembrar com emoção e sem arrependimentos,
de tudo o que passou.
Guardar nos casulos da alma,
os momentos inesquecíveis,
momentos que marcaram,
momentos que nos ensinaram...
ensinamentos que nos tornaram melhores como gente!


Janeiro-12

 

 

VOLTAR