POEMA PARA DEUS
AJUDA-ME, PAI!
 
Clara da Costa
 
Ajuda-me, Pai,
com Sua infinita bondade,
a aprender "ouvir" Seus ensinamentos,
e, aceitá-los, como presentes que vêm embrulhados
em papéis...nem sempre coloridos.
 
Ajuda-me,
a aceitar as aflições que podem deixar
meu coração entristecido,
momentaneamente parado, sem ação...
 
Ajuda-me,
a aceitar as perdas inevitáveis,
com discernimento e sabedoria,
acreditando que tudo tem sua hora de partir.
 
Ajuda-me,
a aceitar esses Seus desígnios,
acreditando que nada acontece por acaso,
mesmo aquela folha que cai tristemente ao chão,
mas que na primavera reluz ao sol,
com seu colorido e beleza.
 
Ajuda-me,
a saber entender a ignorância humana,
carregada de ódios e preconceitos,
que ferem nosso coração.
 
Ajuda-me!
 
 
 
 
 
 
Jpg fada