UM HOMEM TAMBÉM CHORA
Clara da Costa
 
"Homem não chora"...
"Homem não abraça homem"...
"Sensibilidade é coisa de mulher..."
"Homem que é homem, não deve
mostrar sentimentos..."
e por aí vai.
Frases tão antigas,conceitos tão ultrapassados,
que vão passando de pai prá filho e, por incrível que possa parecer, ainda se ouve nos dias de hoje!
 
...e coitados, dos homens, que têm que conviver
desde tenra idade, sob estes estigmas colocados pela família e pela sociedade,
tornando-os, muitas vezes,  pessoas reprimidas, com dificuldades de expressarem o que sentem...!
Muitos se tornam insensíveis, e consequentemente, não se respeitam como não respeitam quem convive com eles.
 
Nada mais maravilhoso do que ver num homem,
aquela sensibilidade mostrada pela emoção de seus olhos marejados d'agua, seja por vislumbrar a natureza,
olhar para o rosto feliz de uma criança,
descobrir o olhar apaixonado da mulher que o ama,
ou chorar copiosomante
de saudade,
de tristeza...
 
Ah, como seria bom se os homens chorassem mais,
não tivessem medo de mostrar seus sentimentos de
amor,
carinho,
paixão,
também em palavras, em gestos...
não somente como na solidão do poeta,
naquele poema de amor...
 
Praia de Pipa/RN
22.05.10
 
 
 
       

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
       
 
 

 ::::VOLTAR::::